(67) 3272-6466

 

Noticia de: 19 de Abril de 2010 - 12:50

Paranhos poderá ter a co-oficialização de uma língua Indígena.

direito das escolas indígenas lecionarem a língua de sua comunidade já é garantido em toda a legislação sobre educação indígena






 

Paranhos poder
Foto: Jaime Mel/Regi


 
 

Tramita na Câmara Municipal de Paranhos, um projeto de lei de autoria do vereador Julio Cesar de Souza (PDT), que estabelece que o município passe a ter como língua co-oficial, a língua Guarani.

O Projeto encontra-se em discussão nas comissões responsáveis para apreciação e já rendeu muitas polemicas, por se tratar de um projeto importante e que acarretará algumas adaptações no setor administrativo, principalmente nas áreas de educação e saúde, cujas secretarias, estão mais presentes nas aldeias.

O Projeto se aprovado, autoriza o município a prestar serviços públicos básicos de atendimento, na língua oficial que é o português e na língua co-oficial, o Guarani, inclusive em campanhas de prevenção de doenças e outras ações, o projeto sugere ainda aos órgãos publico, incentivar e apoiar o aprendizado e o uso da língua co-oficial nas escolas municipais e nos meios de comunicação.

 Para o vereador Julio, autor do projeto, o objetivo do mesmo é valorizar a cultura indígena, assegurando aos indígenas seus direitos de se comunicarem em qualquer seguimento em sua língua, sem serem discriminados ou constrangidos desta forma, dando aos mesmos sua verdadeira identidade lingüística e étnica, o que garante a perpetuação dos povos falantes da referida língua.

 “A co-oficialização desta língua guarani, nada mais é que o cumprimento de direitos adquiridos por nossos irmãos indígenas, conforme a constituição cidadã de 1988, em seus artigos 210, 231 e 232, os quais garantem a esses povos, seus costumes, língua e crenças e essa iniciativa é uma forma digna de apresentar ao cenário nacional, o município de Paranhos como sendo um dos três primeiros a oficializar a língua Guarani, queremos com isso dar a nossa contribuição a essa gente que já sofre tanto, no sentido de que eles tenham seus direitos garantidos.” Justifica Julio que lembrou ainda que no Brasil atualmente, somente um município já co-oficializou uma língua guarani, São Gabriel da Cachoeira no Amazonas já vigora uma lei que co-oficializa as línguas Nheengatu, Tukano e Baniwa: a lei 145/2002, aprovada no dia 22/11/2002 e Tacuru MS, que hoje (19 de abril dia do índio), em uma sessão itinerante em uma aldeia do município, apresenta o mesmo projeto.

 Ao elaborar o projeto o vereador Julio teve como preocupação fundamental respeitar o artigo 13 da Constituição Federal, que determina o português como língua oficial da União. Para ele, a aprovação da lei mostra como a legislação pode ser utilizada para o fomento e a defesa da diversidade e da pluralidade.

"É importante ressaltar que a lei não interfere de maneira negativa, nas práticas escolares e de saúde do município, ela e não entra em contradição com a legislação de educação escolar indígena em vigor no município, o objetivo da lei é garantir o direito dos cidadãos indígenas habitantes nesse município de entenderem e se fazerem entender quando em diálogo com os poderes públicos.", afirma o vereador.

O direito das escolas indígenas lecionarem a língua de sua comunidade já é garantido em toda a legislação sobre educação indígena. Em primeira Instância, apóiam o projeto também, os vereadores Aldinar (PMDB), Nilson (PMDB), Donizete (PMDB) e Orneis (PRB), já a bancada de vereadores do PSDB, analisam o projeto, com algumas emendas poderão até votarem, também, favoráveis ao mesmo.

 

 

 

 

 

 

 












Jaime Mel/Região News


Reportar Erros




 
 

Últimas Noticias Canal Municípios

.
20/12/2014 - 11:06  Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia recebe inscrições
20/12/2014 - 09:47  Com Gerson Claro e Enelvo no 2º escalão; Reinaldo anuncia segunda-feira secretariado
20/12/2014 - 09:30  Instituto Federal de MS expande oferta de cursos no próximo ano
20/12/2014 - 09:03  Professores recebem com salário rateio de R$ 501,00, concursados e R$ 322,50, os contratados
20/12/2014 - 08:05  Quase 20 mil crianças são atendidas pelo PROERD em MS
20/12/2014 - 07:16  Brasileiro passa mais tempo na internet do que vendo TV
20/12/2014 - 07:00  Fim de semana deve ser chuvoso em Mato Grosso do Sul, prevê Inmet
19/12/2014 - 17:00  MEC suspende 3.130 vagas em cursos superiores com avaliação insatisfatória
19/12/2014 - 16:45  Juiz é demitido por trabalhar embriagado no Mato Grosso
19/12/2014 - 16:21  Produtores ganham mais prazo para renegociar dívidas
19/12/2014 - 16:05  Obras para Olimpíadas e Paralimpíadas estão dentro do prazo, diz prefeito do Rio
19/12/2014 - 14:55  Dnit cria aplicativo para que usuários denunciem problemas em estradas federais
19/12/2014 - 14:30  Maracaju é 3ª cidade de MS a contar com Centro Integrado Sesi Senai
19/12/2014 - 14:13  Prefeito coloca todos os compromissos em dia antes do recesso
19/12/2014 - 13:41  Juiz manda Twitter identificar 20 usuários por suposta ofensa a Aécio
19/12/2014 - 13:34  Prefeitura entrega posto e transfere UBSF do Eldorado para o Capão Seco
19/12/2014 - 13:00  Ministério da Saúde regulamenta uso de medicamento no Samu
19/12/2014 - 11:00  <B>Ex-diretor citou em delação senador Delcidio, Vander e outros 26 políticos beneficiários de ...
19/12/2014 - 09:01  Prefeitura paga uma parcela de R$ 36 mil; e APAE paga 13° para funcionários
19/12/2014 - 08:21  <B>Delegada recebe prefeito Júlio, apresenta novos investigadores e inaugura garagens em ...
 
 
  • Notícias
  • + Lidas







Enquete



© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING