Procurado em dois estados, acusado de pedofilia é preso na fronteira

Natalino Antunes Palhano foi preso na favelinha de Ponta Porã; ele era procurado por estuprar quatro filhos da ex-companheira

Natalino estava com prisão preventiva decretada pela Justiça do Paraná - (Foto: Divulgação)

Acusado de pedofilia e procurado pela Justiça por estuprar quatro filhos da ex-companheira, Natalino Antunes Palhano, 33, o “Animal”, foi preso hoje (17) em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. 

Natural de Aral Moreira, ele foi localizado por uma equipe do SIG (Serviço de Investigações Gerais) coordenada pelo delegado Mikail Faria. Natalino estava morando na favelinha montada em uma área invadida da antiga estação ferroviária da cidade. Não há mais detalhes sobre os crimes que teriam sido praticados por ele no Paraná.

A prisão foi decretada pela juíza Cláudia de Campos Mello Cestarolli, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar de Foz do Iguaçu (PR). O suspeito foi levado para a delegacia para prestar depoimento e a polícia investiga se ele praticou crime de pedofilia também em Mato Grosso do Sul.