Prefeito prestigia convenção do PSD que já trabalha na formação de chapa

Prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, prestigiou no sábado a convenção que confirmou o senador Nelson Trad como presidente regional do PSD.

Prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, prestigiou no sábado a convenção - Foto: Divulgação

O prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, prestigiou no sábado (com direito a espaço para se pronunciar) a convenção que confirmou o senador Nelson Trad como presidente regional do PSD. Junto com o Democratas, a sigla é um dos possíveis destinos partidários do prefeito que vai deixar sua atual legenda, o PSL, hoje controlado pela senadora Soraya Thronicke.

Independente da opção partidária do prefeito, o principal articulador político de Ascoli, o secretário de Governo, Clayton Ortega, trabalha nos bastidores para filiar na legenda de vereadores e lideranças com densidade eleitoral. O objetivo é formar uma chapa forte de candidatos a vereador, porque na eleição de 2020 não haverá coligação na disputa por vagas na Câmara.

Por enquanto Ortega representa Sidrolândia no diretório regional, na condição de suplente do conselho fiscal. Está prevista a vinda a Sidrolândia do senador Nelsinho e do irmão dele, deputado federal Fábio Trad, para participar de um ato de filiação de novas lideranças. As conversações estão em andamento, mas por enquanto, optou-se por manter em sigilo os nomes de possíveis novos filiados, para evitar o assédio de outras lideranças.

Entre os possíveis filiados estão o técnico agrícola Cleyton Martins, que em 2016 foi candidato pelo PTN, obteve 324 votos, ficando na primeira suplência da coligação. Do PDT, o partido espera atrair Aletuza Nantes, que conquistou 470 votos e a professora Viviane Rodigueiro que na última eleição teve 314 votos. O radialista Mauro Silva, assessor de imprensa da Prefeitura, também vai se filiar ao PSD.