Gerson pede ao governo obras de infraestrutura para beneficiar Maracaju e Três Lagoas

Gerson apresentou indicação solicitando a destinação de recursos para a manutenção em toda a extensão da rodovia MS-460.

Manutenção de estrada e pontes de concretos devem garantir fomento à produção rural - Foto: Assessoria de Imprensa

Na sessão desta quarta-feira (26) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o deputado Gerson Claro (Progressista) apresentou requerimentos à Mesa Diretora da Casa solicitando obras de infraestrutura para beneficiar dois importantes municípios do interior do Estado.

Atendendo a uma solicitação do vereador maracajuense, Toton Pradence (PSB), Gerson apresentou indicação solicitando a destinação de recursos para a manutenção em toda a extensão da rodovia MS-460.

“Trata-se de rodovia de extrema importância para o Município de Maracaju, pois atende a uma região altamente produtiva e está deteriorada, principalmente do entroncamento da usina Maracaju até o trevo do Município de Nioaque”, alegou Claro.

Para o deputado, uma vez feita a manutenção da via, que recebe intenso fluxo de veículos pesados, oriundas de usinas e inúmeras propriedades rurais da região, além do trânsito, toda a atividade de agronegócio será beneficiada.

Ponte de Concreto

Atendendo a uma solicitação do vereador da Câmara de Três Lagoas, Vagner Tenório da Silva, o Silverado (PSDB), Gerson também encaminhou indicação solicitando recursos para substituir as pontes de madeira na região da estrada MS-320 do Alto do Sucuriú por pontes de concreto.

O pedido por recursos incluem substituição das pontes conhecidas como da Amizade, do Campo Triste, da Taboca, do Brioso, da Prata, da Pratinha e do Bebedouro, todas no município de Três Lagoas.

“As más condições das pontes trazem risco para quem trafega na região, com intenso fluxo de veículos, como ônibus de transporte escolar, ambulâncias, taxistas e os próprios moradores e produtores rurais que escoam a produção nesta estrada”, justificou o deputado.

As duas indicações foram endereçadas ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), e ao Secretário de Estado de Infraestrutura, Murilo Zauith (DEM).