Travesti tenta correr, mas é morta a facadas em lanchonete

Crime ocorreu na noite de ontem (12) em Deodápolis.

Paulinha, como era conhecida, foi morta a facadas - . (Foto: Reprodução/Deodápolis News)

Paulo Espíndola Lopes, 24 anos, a Paulinha, foi morta a facadas na noite de domingo (12) em uma lanchonete em Deodápolis.

Conforme informações do boletim de ocorrência, uma testemunha relatou à polícia que estava com as amigas na lanchonete, sentada de costas para a vítima, quando o autor do crime chegou.

Segundo a testemunha, o homem já chegou esfaqueando a vítima. A travesti ainda tentou correr para trás do balcão, mas foi golpeada outra vez nas costas. Paulinha morreu no local.

O suspeito do crime foi identificado, mas não foi localizado pela polícia. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Deodápolis como homicídio simples.