Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 02 de Agosto de 2013 - 09:31

Procurador volta a Quebra Coco para confirmar acordo sobre a venda de cana da usina

Ontem os advogados da empresa e o procurador estiveram no Tribunal Regional do Trabalho quando apresentaram a proposta ao desembargador Ricardo Zamboni.






 

Foto: Natalício Mello/Região News

 

O procurador do Trabalho, Paulo Douglas Almeida, voltará hoje ao Distrito de Quebra Coco para uma nova reunião com o ex-funcionários da Usina de Santa Olinda, quando vai detalhar a homologação do acordo firmado com a empresa, pertencente ao empresário José Pessoa Bisneto, pelo qual metade da receita obtida com a venda das 120 mil toneladas de cana que se espera colher nos 7 mil hectare lavoura da indústria. Os trabalhadores aprovaram a proposta de acordo numa assembleia na última quarta-feira.

Com base na projeção que se obtenha em média R$ 20,00 por tonelada (valor que se atingirá após os descontos dos custos de frete e colheita) a estimativa e que haja uma receita de R$ 1,2 milhão para o pagamento de salários, férias e 13º em atraso de aproximadamente 400 trabalhadores que foram demitidos quando estavam há três meses sem receber.

Ontem os advogados da empresa e o procurador estiveram no Tribunal Regional do Trabalho quando apresentaram a proposta ao desembargador Ricardo Zamboni.   Como relator do mandado de segurança impetrado pela empresa, o desembargador concedeu liminar suspendendo a decisão do juiz da 7ª Vara do Trabalho, Renato Myazato, que proferiu sentença favorável aos trabalhadores, determinando o arresto (o seqüestro) para o pagamento dos direitos trabalhistas, do lucro com a venda da cana.

O desembargador aceitou intermediar o entendimento, mas recomendou que seja homologado junto a vara de primeira instância, onde tramita a ação civil movida pela procuradoria.

O acordo chegou a ser ameaçado porque os advogados da empresa não aceitaram em princípio a proposta dos trabalhadores de fiscalizar, por meio de três comissões de ex-funcionários, a colheita e venda da cana, com direito a remuneração pelo serviço que deve se estender até novembro, que é o tempo previsto para terminar a colheita.  A tarde em nova rodada conversação chegou-se ao entendimento.

Na realidade, se os trabalhadores não aceitassem esta proposta eventuais lucros com a venda da cana, a empresa, teoricamente, poderia se apropriar de toda a receita, a menos que a Procuradoria do Trabalho, com um recurso de agravo, consiga derrubar a liminar do desembargador Ricardo.

A empresa tem interesse no acordo, renunciando a metade do lucro e ao direito de recorrer da decisão do juiz de primeira instância, porque conseguirá abater o passivo trabalhista, facilitando possíveis negociações em torno de venda da indústria. Nesta decisão da 7ª Vara, os ex-funcionários além dos direitos trabalhistas, conseguiram uma indenização individual por danos morais de R$ 10 mil e coletiva de R$ 5 milhões.

Os trabalhadores que rejeitaram o acordo temem que seja mais uma manobra da usina para ganhar tempo no processo de recuperação judicial.  Entre as vozes  contrárias estão o ex-encarregado Assis Marques, demitido da empresa após 17 anos de serviço. Ele calcula que tem em torno de R$ 150 mil. “Só tenho R$ 12 mil  no  Fundo de Garantia e pelas minhas contas, em média cada funcionário vai receber R$ 3 mil  no rateio  da venda da cana, se é que vão aparecer interessados em comprar”.  “Estamos abrindo mão de uma sentença ganha”, avalia.

 








Flávio Paes/Região News


Reportar Erros



 
 
.
PESQUISA

Amor de mãe faz cérebro do filho se desenvolver mais, diz pesquisa
BRASIL

Travestis e transexuais poderão usar o nome social no serviço público federal
BRASIL

Governo desiste de pedir compromisso de empresas por banda larga ilimitada
ESTUDO

Homens têm voz grave para intimidar concorrentes, não para atrair mulheres, diz ...
 
 
  • Notícias
  • + Lidas







© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING