Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 11 de Janeiro de 2017 - 15:13

Parlamentares vão sugerir a Temer criação do Ministério da Segurança Pública

Há também sugestões de reserva de percentual de mão-de-obra de ex-detentos em contratos celebrados com a administração pública.






 

Parlamentares vão sugerir a Temer criação do Ministério da Segurança Pública -
Foto: Divulgação


 
 

Em reunião hoje (11) com o presidente Michel Temer,  integrantes da Frente Parlamentar de Segurança Pública deverão apresentar propostas como a de criação de um Ministério da Segurança Pública e implantação de medidas de incentivo à contratação de mão-de-obra de presos ou ex-detentos. A reunião, que teve início às 12h30, tem a participação dos ministros da Justiça, Alexandre de Moraes, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e de membros da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Ao chegar ao Palácio do Planalto, o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) disse que a ideia é que o Ministério da Segurança Pública tenha algumas atribuições, que atualmente são do Ministério da Justiça. Segundo ele, a criação de uma nova pasta não gerará nenhuma despesa extra. “É pegar a Secretaria Nacional de Segurança Pública e transformá-la em ministério. Ministro tem muito mais força, conversa diretamente com governadores, deputados, secretários de estados. A gente sabe que a Senasp é um órgão que, infelizmente, é decorativo, não tem nenhum força. Por isso, nós queremos transformar a mesma estrutura”, argumentou o deputado.

Entre as propostas da frente parlamentar estão também a de autorizar os diretores de estabelecimentos prisionais aplicarem sanções disciplinares previstas no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), podendo o diretor, de forma autônoma, separar os líderes de facções criminosas. “Hoje um diretor de presídio não tem a prerrogativa de colocar num Regime Disciplinar Diferenciado aquele preso líder de facção. Ou seja, ele vai pedir ao promotor, que vai pedir ao juiz, mas quando estoura a rebelião nenhum desses dois está lá”, disse Fraga.

Ainda dentro das propostas estão incentivos a empresas que contratem e qualifiquem pessoas que cumpram penas, ou seja, egressos do sistema prisional. Há também sugestões de reserva de percentual de mão-de-obra de ex-detentos em contratos celebrados com a administração pública.

As propostas incluem também a elaboração de um Plano Nacional de Educação e um plano visando o estímulo ao emprego - ambos para egressos do sistema prisional e para pessoas em cumprimento de pena.









Agência Brasil


Reportar Erros



 


 
.
SIDROLÂNDIA - MS

Líder do prefeito na Câmara invoca até Defensoria para contestar hospital
POLITICA

Temer cita contingenciamento e diz que economia 'ainda não decolou por inteiro'
POLITICA

Maia diz que será 'difícil' votar socorro a estados nesta quarta
POLITICA

TSE começa a julgar chapa Dilma-Temer na próxima terça, diz Gilmar Mendes
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Taxa do lixo deve voltar a ser cobrada na conta de água e coloca em xeque discurso de campanha

Leia mais


2

Impasse continua, prefeito rejeita aumentar repasse e hospital confirma fechamento do CPN

Leia mais


3

Ex-namorado invade delegacia para tentar impedir jovem de fazer BO e acaba preso

Leia mais


4

Motorista se assusta com animal na pista e capota carro em rodovia

Leia mais


5

Encerra hoje inscrição de curso de fuzileiros navais com 75 vagas no Estado

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING