Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 15 de Março de 2017 - 13:43

Waldemar denuncia falta de pediatra e vê risco de caos na Saúde

O vereador, cobrou um aporte maior de recursos para o Hospital que passa por dificuldades financeiras.






 

A saúde pública de Sidrolândia vive um momento de turbulência. O único pediatra que atendia na Unidade Central de Saúde, Maurício Anache está de licença médica. As gestantes estão enfrentando dificuldades para agendar o parto no Hospital Elmiria Silvério Barbosa, desde o pedido de demissão no mês passado dos obstetras Jurandir Cândido e Samir Assan Abdalla. Os diabéticos não estão encontrando alguns tipos de insulina.

Este cenário foi descrito pelo vereador Waldemar Acosta em pronunciamento na sessão ordinária de terça-feira. Waldemar conclamou o prefeito Marcelo Ascoli, a tomar medidas urgentes para que estes problemas não extrapolem.

"O senhor prefeito, que fez da saúde, o carro-chefe da sua campanha, quando não poupou críticas ao trabalho desenvolvido na área pelo ex-prefeito Ari Basso, precisa tomar rédea dá situação. Afinal, como médico, funcionário de carreira dá Saúde, conhece como ninguém a estrutura. Está na hora de arregaçar as mangas e começar a trabalhar nesta área, onde também trabalha a sua esposa, a enfermeira Ana Lídia” comenta.

O vereador, que pouco antes da sessão juntamente com seus colegas de parlamento se reuniu com a diretoria do hospital Elmiria Silvério Barbosa, cobrou um aporte maior de recursos dá instituição que passa por dificuldades financeiras. “A Prefeitura de Maracaju repassa R$ 1 milhão por mês para o hospital da cidade. Não é possível que não tenham consciência de que com os R$ 165 mil a Prefeitura estará fazendo sua parte no custeio do hospital".

Foto: Divulgação

Vereadores se reúnem com representantes do hospital pouco antes de começar sessão ordinária.

Waldemar não aceita o argumento (invocado pela Secretaria para não elevar a subvenção para R$ 230 mil) de que ano passado o hospital sobreviveu com os R$ 140 mil que eram repassados pela Prefeitura.

“Toda a Sidrolândia sabe que graças ao prestígio do senhor Ari junto aos produtores e empresários da cidade, eles ajudaram a manter o hospital com dinheiro do próprio bolso. Só do Governo do Estado vieram R$ 350 mil fora o recurso dá contratualização”, finaliza.








Flávio Paes/Região News


Reportar Erros



 


 
.
SUPREMO

STF adia julgamento sobre demarcação de terras quilombolas
POLITICA

Deputados podem votar hoje novo sistema eleitoral e financiamento de campanha
POLITICA

Câmara aprova MP que altera regras de registro de nascimento
POLITICA

Governo deve adiar anúncio de aumento da meta fiscal
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Professora aposentada ganha HB-20 sorteado na Festa da Padroeira

Leia mais


2

Em três operações, Polícia Militar apreende 200 pneus contrabandeados

Leia mais


3

Servidores concursados terão reajuste de 3% retroativo a partir de 1º de agosto

Leia mais


4

Acelino participa de ato em que Temer assina decreto que facilita abertura de supermercados aos domingos

Leia mais


5

Show de Delinha e sorteios no encerramento da Festa da Padroeira

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING