Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 20 de Abril de 2017 - 10:23

Mais de 100 milímetros de chuva alagam casas e barracos na Aldeia Nova Tereré

A exceção é na Aldeia Nova Tereré que fica numa baixada, aonde desagua boa parte da enxurrada que vem dos bairros Morada da Serra e Petrópolis.






 

A chuva que caiu desde o início da noite de ontem em Sidrolândia, já acumula mais de 100 milímetros de precipitação, mas por enquanto, sem causar maiores transtornos a maior parte da população, além do acumulo de água em trechos da Rua Antônio Correa da Costa.

A exceção é na Aldeia Nova Tereré que fica numa baixada, aonde desagua boa parte da enxurrada que vem dos bairros Morada da Serra e Petrópolis. O problema foi agravado desde que houve a remoção das barreiras de contenção (num sistema de curva de nível) que a Prefeitura ergueu ano passado exatamente para desviar toda esta água e livrar a comunidade deste problema.

Foto: Reginaldo Mello/Região News

Rua Antônio Correa da Costa teve alguns trechos alagados pela chuva que começou durante a noite desta quarta-feira

A consequência foi o alagamento de casas e barracos, prejudicando em especial um grupo de 15 famílias. Um dos mais afetados é o vice-cacique Isaias Francisco que divide a casa com outras cinco pessoas, entre as quais, seu neto de cinco meses. O cacique Carlinhos Júlio Basílio diz que o problema voltou a aparecer há um mês aproximadamente, desde que a empresa responsável por um empreendimento imobiliário vizinho a aldeia desmatou a área que servia como piscinão.

Foto: Reginaldo Mello/Região News

A aldeia, criada na última gestão Daltro Fiuza em 2012, está numa área de preservação, nascente do Córrego Cortado, além de ter topografia irregular, abaixo do nível dos loteamentos vizinhos. Já há ações do Ministério Público exigindo do município a remoção das famílias. Em 2014, a Prefeitura adquiriu uma área de 5 hectares para abrigar os indígenas, mas as lideranças se recusaram a sair de lá, porque algumas famílias não queriam abandonar as casas que ganharam do Governo.

Com este período de chuvas vai piorar as condições de tráfego nas estradas vicinais e travessões. As dificuldades provocam reações dos moradores pelas redes sociais, como Ledimar Peixoto Larrea, residente na região do Bafo da Onça no Eldorado. “Como sempre nossos políticos não saem do ar-condicionado e pegam seus carros limpinhos para ver a situação dos assentamentos em dia de chuva. Só sabem em época de eleição”, desabafou irritado.








Flávio Paes/Região News


Reportar Erros



 


 
.
BRASIL

STF mantém sessão apesar de protestos na Esplanada
BRASIL

Temer aciona tropas federais para proteger Planalto e ministérios após ...
HABITAÇÃO

<B>Publicadas novas regras para à promoção de acessibilidade em projetos de ...
MATO GROSSO DO SUL

Setor produtivo recebe governador na Fiems e reforça importância dos incentivos ...
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Usuário de drogas, “Abacaxi”, foi assassinado e o corpo encontrado no São Bento

Leia mais


2

JBS doou R$ 57 mil para campanha de Daltro; quase 19% da contribuição que recebeu

Leia mais


3

Transferida para Campo Grande, defensora recebe moção de congratulação da Câmara

Leia mais


4

Mulher conversa com ex, namorado aparece e mata rapaz com dois tiros na cabeça

Leia mais


5

Assaltante que roubou R$ 1 milhão em MS morre no Maranhão

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING