Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 19 de Maio de 2017 - 13:10

Dono da JBS diz que deu R$ 30 milhões para Cunha comprar deputados

Joesley Batista contou à PGR que dinheiro foi usado pelo deputado cassado na eleição da Câmara de 2015. Segundo empresário, peemedebista 'saiu comprando deputados Brasil a fora'.






 

O dono do frigorífico JBS Joesley Batista contou à Procuradoria Geral da República (PGR), em sua delação premiada, que deu R$ 30 milhões ao deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para bancar a campanha do peemedebista à presidência da Câmara, em 2015. Segundo o empresário, Eduardo Cunha – atualmente preso pela Lava Jato em Curitiba – "saiu comprando um monte de deputados Brasil a fora".

O novo delator da Operação Lava Jato afirmou ao Ministério Público que os R$ 30 milhões foram repassados ao ex-presidente da Câmara da seguinte forma:

  • R$ 5,6 milhões em doação oficial

  • R$ 12 milhões em dinheiro vivo

  • R$ 10,9 milhões por meio de pagamentos com notas frias

À época, o deputado do PMDB venceu a eleição interna da Câmara no primeiro turno, derrotando o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), que tinha o apoio dos articuladores políticos do governo Dilma Rousseff. Na ocasião, Cunha obteve 267 dos 513 votos da Casa, e Chinaglia, 136.

Joesley Batista contou detalhes do repasse de dinheiro ao deputado cassado ao ser questionado pelos procuradores da República sobre o valor que havia sido solicitado por Eduardo Cunha.

"R$ 30 milhões. Foi trinta. Nós demos trinta. Pago R$ 10 milhões com nota fria de fornecedores diversos que ele [Cunha] apresentava", explicou o delator.

"Pelo que eu entendi, ele [Cunha] saiu comprando deputado, saiu comprando um monte de deputados Brasil a fora. Para isso que servia os R$ 30 milhões", complementou.








G1


Reportar Erros



 


 
.
POLITICA

Relator no STF vota a favor de transexual poder mudar registro civil sem ...
SUPREMO

Supremo suspende julgamento sobre registro civil de transexual
POLITICA

TCU arquiva processo que apurava tráfico de influência dentro do tribunal
MATO GROSSO DO SUL

Aprovado exame obrigatório de trombofilia na rede pública de MS
 
 
  • Notícias
  • + Lidas







© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING