Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 15 de Julho de 2017 - 07:27

Cientistas criam coração de silicone que bate como o humano

26 milhões de pessoas com problemas cardíacos






 


Foto: Reprodução


 
 

Existem no mundo cerca de 26 milhões de pessoas com problemas cardíacos, mas o número de doadores não consegue suprir os transplantes necessários. Pensando nisso, cientistas do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, usaram a tecnologia de impressão 3D para criar um coração de silicone que funciona como o humano, que no futuro pode salvar a vida de pacientes.

"O nosso objetivo é desenvolver um coração artificial que tenha praticamente o mesmo tamanho do órgão do paciente e que imite o coração humano o mais próximo possível em forma e função", disse Nicholas Cohrs, estudante de doutorado que desenvolveu o coração artificial.

Diferente dos corações artificias existentes, o desenvolvido por Cohrs é oco e macio, características possíveis pela aplicação da impressão 3D. Dessa forma, foi possível recriar s ventrículos esquerdo e direito, assim como um coração humano, mas eles não são separados pelo septo interatrial, mas por uma câmara adicional, capaz de bombear o sangue, substituindo a contração muscular. "É um monobloco de silicone com estrutura interna complexa", explicou Cohrs, sobre a réplica do órgão que pesa 390 gramas com volume de 679 centímetros cúbicos.

O coração foi descrito no periódico “Artificial Organs”. Os pesquisadores demonstraram ainda que o coração de silicone é funcional. Nos testes, o órgão artificial foi capaz de bombear um líquido similar ao sangue humano, mas o material suporta apenas 3 mil batidas, o que corresponde a apenas meia hora de funcionamento. Depois disso, o material não é mais capaz de manter a pressão.

"Este foi apenas um teste de viabilidade", ponderou o pesquisador. "Nosso objetivo não era apresentar um coração pronto para ser implantado, mas pensar numa nova direção para o desenvolvimento de corações artificiais."

Agora, o próximo passo é fortalecer o material e a performance, para que ele dure por mais tempo. A ideia é que o coração de silicone seja usado como uma ponte, entre a falência do órgão do paciente e um transplante.

 









Exame/DA


Reportar Erros



 


 
.
MUNDO

Sete brasileiros estão entre os vencedores do concurso global de redação da ONU
MUNDO

Mãe reencontra filho 3 anos depois de ser capturado pelo Estado Islâmico
MUNDO

Venezuela registra maior número de prisões em um único dia desde abril
MUNDO

Contra tendência mundial, casos de aids aumentam no Brasil
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

PM organiza logística para deslocar tropa e para reintegração de posse ser feita até quarta-feira

Leia mais


2

Encontro Nordestino começa nesta sexta no salão social do SIMTED

Leia mais


3

No sábado, inauguração oficial da Casa da Lavoura Equipamento e Peças Agrícolas

Leia mais


4

Posto Avançado do TRT passa a funcionar diariamente com novo convênio

Leia mais


5

Motorista que sobreviveu ao acidente com carro no rio diz que se agarrou a pneu

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING