Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 11 de Agosto de 2017 - 07:52

SUS inclui teste rápido para dengue e chikungunya

Exame comprova infecção em 20 minutos e é importante para tratamento precoce e vigilância epidemiológica.






 

Testes rápidos são oferecidos para quem apresentar sintomas das condições -
Foto: Reprodução EPTV


 
 

O Sistema Único de Saúde incluiu em sua lista de procedimentos os aguardados testes rápidos para a detecção de dengue e chikungunya. Com o teste, não será necessário utilizar a estrutura laboratorial -- o que diminui os custos com a detecção.

Ainda, a comprovação da infecção sai entre 20 e 30 minutos.

A inclusão foi oficializada no Diário Oficial na quinta-feira (10). Para fazer o teste no SUS, é necessário apresentar sintomas relacionados às condições e ter o cartão do Sistema Único de Saúde, feito em qualquer unidade de saúde com a carteira de identidade.

Desde 2016, a Agência Nacional de Saúde, a ANS, determinou que os planos estão obrigados a cobrir os exames, embora alguns pacientes tenham relatado problemas com a cobertura.

Os testes rápidos são importantes tanto para a detecção e tratamento precoce, quanto para a vigilância epidemilógica e os dados do governo, já que, com ele, será possível ter maior acuidade sobre a circulação dos vírus no País.

O SUS já oferece testes rápidos para outras condições, como HIV e hepatite, que também podem ser detectadas em minutos.









G1


Reportar Erros



 


 
.
SAÚDE

Anvisa faz alerta para uso de anticoncepcional por mulheres com hepatite C
SAÚDE

Governo amplia público-alvo de vacinas de HPV para adultos até 26 anos
SAÚDE

Antibióticos podem diminuir capacidade do corpo de lutar contra uma doença
SAÚDE

Com falta de seringa, diabéticos estão sendo orientados a 'reutilizar' material
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Morreu aos 76 anos o agrônomo Armindo Ascoli, pai do prefeito de Sidrolândia

Leia mais


2

PRF apreende carga com 3,8 toneladas de maconha e 23 kg de “super maconha”

Leia mais


3

Mato Grosso do Sul tem 200 mil hectares de florestas sem destino certo

Leia mais


4

Professores de escolas públicas podem se inscrever em prêmio até sexta-feira

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING