Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 11 de Agosto de 2017 - 10:23

Conab atende pedido e vai negociar 60 mil toneladas de milho de MS

Foram negociadas 748 mil toneladas das 752 mil ofertadas de produtos dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.






 

Milho safrinha está sendo colhido em MS. -
Foto: Famasul


 
 

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) vai ofertar 60 mil toneladas de milho de Mato Grosso do Sul, em seus próximos leilões. O montante é o dobro da participação do Estado e atende pedido da classe produtiva, preocupada com o armazenamento da safra recorde que está sendo colhida.

Na quarta-feira (9), o senador Waldemir Moka (PMDB) e representantes da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) se reuniram com o secretário de políticas agrícolas do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Nery Geller, e pediram aumento da participação de MS nos leilões da Conab.

Ontem (10), a Conab realizou duas operações de incentivo ao escoamento de milho do Centro-Oeste. Foram negociadas 748 mil toneladas das 752 mil ofertadas de produtos dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Novas operações de Pepro e PEP estão previstas para a próxima quinta-feira (17), 578 mil toneladas e 240 mil toneladas, respectivamente. Os produtores rurais de Mato Grosso do Sul que tiverem interesse em participar do leilão devem ficar atentos às regras determinadas pela Conab, dentre elas, realizar o cadastro em uma corretora credenciada.

Super safra - Mato Grosso do Sul estima colher 9 milhões de toneladas de milho safrinha, mas o Estado só tem capacidade de armazenar 8,5 milhões de toneladas de grãos. Devido aos baixos preços, ainda há soja armazenada o que cria um gargalo ainda maior.

“Do volume de recursos totais disponibilizados para os leilões, nosso estado só teve acesso a 8,7% para o PEP e 1,38% no Pepro. Mesmo dobrando, a quantidade está aquém das necessidades dos produtores”, argumenta o diretor tesoureiro do Sistema Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes.

A produção de milho em Mato Grosso do Sul representa 21,2% da produção total da região Centro-Oeste, segundo levantamento divulgado pela companhia, em julho. Outra informação que deixa o setor em alerta é a queda no valor de comercialização da saca, que está, em média, 17% abaixo do valor estabelecido pela PGPM – Política de Garantia de Preço Mínimo em R$ 19,21.









Campo Grande News


Reportar Erros



 


 
.
BRASIL

Temer planeja anunciar criação de Ministério da Segurança Pública após carnaval
MATO GROSSO DO SUL

Sefaz disponibiliza canal de atendimento virtual ao cidadão por meio da ...
MATO GROSSO DO SUL

Aberto cadastro de profissionais para atuarem em Cursos Técnicos na Educação ...
BRASIL

Temer anuncia força-tarefa para cuidar do fluxo migratório de venezuelanos em Roraima
 
 
  • Notícias
  • + Lidas







© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING