Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 10 de Outubro de 2017 - 10:45

Após carta de servidores, índios apoiam novo coordenador da Funai

Pelo menos cem pessoas ocuparam a sede em apoio a Fernando, que recebeu as lideranças no saguão do prédio.






 

Índios protestam em apoio a coordenador da Funai em Dourados -
Foto: Campo Grande News


 
 

Índios das aldeias Bororó e Jaguapiru e de outras áreas da região protestam nesta terça-feira na sede da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Dourados. Segundo os líderes do movimento, o objetivo é dar apoio ao coordenador regional do órgão, Fernando da Silva Souza, nomeado no dia 18 de setembro deste ano.

A manifestação é uma resposta ao movimento organizado por servidores da Funai em Dourados, que enviaram uma carta ao presidente Michel Temer, ao presidente da fundação Franklimberg Ribeiro de Freitas, ao ministro-chefe da Casa Civil Eliseu Padilha e ao ministro da Justiça Torquato Jardim. Pelo menos cem pessoas ocuparam a sede em apoio a Fernando, que recebeu as lideranças no saguão do prédio.

No documento, com 16 assinaturas, os servidores reclamam de interferência política na nomeação e cobram a manutenção no cargo do servidor de carreira José Vitor Dalla Nora. Ele ficou interinamente na coordenação até a nomeação de Fernando. A coordenação regional de Dourados atende pelo menos metade dos 50 mil índios de Mato Grosso do Sul.

"Estamos aqui na Funai para manifestar nosso apoio à nomeação do indígena Fernando Souza, por sua história de lutas dentro da comunidade indígena. Queremos mostrar que nossa voz precisa ser ouvida e só através de um líder capacitado e articulado como Fernando isso será possível. Esse movimento é uma resposta à carta escrita por meia dúzia de não indígenas enviada a Brasília. Fernando Souza nos representa e vai ficar, estamos prontos para a luta”, afirmou ao Campo Grande News o agente de saúde indígena Leoson Mariano. Fernando é da etnia Terena.

Esse é o segundo protesto na Funai em Dourados nos últimos dias. No dia 2 deste mês, um grupo menor, de um acampamento perto da BR-463, protestou contra a nomeação de Fernando Souza, que foi feita sem um diálogo com as comunidades, segundo o cacique Bonifácio Duarte.

Nomeação – Servidor concursado na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e com atuação nos conselhos estadual e nacional de saúde indígena, Fernando teve aval do deputado federal Geraldo Resende (PSDB) para assumir o cargo.

Parte dos funcionários, no entanto, protestou contra a nomeação, que teria sido feita sem diálogo com o movimento indígena e com os servidores da Coordenação Regional de Dourados e contra uma posição da Aty Guasu, principal articulação dos Guarani e Kaiowá, que defendia a permanência do servidor José Vitor Dalla Nora.

“As lideranças ali presentes afirmaram claramente que não aceitariam qualquer nomeação por motivação político-partidária”, afirmaram os servidores na carta. José Vitor assumiu o temporariamente o cargo em fevereiro deste ano, após a exoneração de Vander Aparecido Nishijima, que era da cota do PT.









Campo Grande News


Reportar Erros



 


 
.
SIDROLÂNDIA - MS

Escolhido como ponto de encontro de amigos, empresário muda endereço de ...
MATO GROSSO DO SUL

Mulher está na base da pirâmide salarial de MS, mostra pesquisa do IBGE
MATO GROSSO DO SUL

Educação abre inscrição para cadastro reserva de professores contratados
SIDROLÂNDIA - MS

Almir Sater é recepcionado com costelada e dobradinha na chácara São José
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Escolhido como ponto de encontro de amigos, empresário muda endereço de cafeteria para ampliar espaço

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING