Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Artigos

Adolescente que morreu afogado em escola de Corumbá é sepultado

O velório, na Capela Cristo Rei, reuniu familiares do adolescente e alunos da escola Cidade Dom Bosco, onde o garoto estudava. Michael cursava a 7ª série e tinha outros três irmãos.

Diário Online

12 de Novembro de 2012 - 14:12

Sepultado no final da manhã desta segunda-feira, 12 de novembro, no Cemitério Santa Cruz, o adolescente Michael Sullivan Gomes, de 13 anos, que morreu afogado na piscina do Colégio Salesiano de Santa Teresa na tarde do domingo, dia 11, em Corumbá.

Ele participava do Encontro de Oratórios, realizado no complexo aquático da escola e que reuniu adolescentes e jovens da Paróquia São João Bosco, Cidade Dom Bosco, Comunidade Salesiana de Santa Teresa e Comunidade Imaculada Conceição.

O velório, na Capela Cristo Rei, reuniu familiares do adolescente e alunos da escola Cidade Dom Bosco, onde o garoto estudava. Michael cursava a 7ª série e tinha outros três irmãos. A escola Dom Bosco liberou os alunos para que prestassem as últimas homenagens ao colega.

Roupeiro do Corumbaense Futebol Clube, o pai do adolescente disse não saber o que levou o filho à morte. "Ele não sabia nadar e sei que um amigo disse ter esquecido os óculos na piscina e ele foi buscar. Não sei o que aconteceu, se ele bateu a cabeça e caiu, não sei", afirmou Júlio Picardo ao deixar o velório para pegar a documentação necessária para o sepultamento do filho.

Inicialmente, a versão para a morte é a que Michael foi pegar os óculos que um colega havia esquecido. Como demorava em retornar, uma colega foi chamá-lo e encontrou o jovem boiando na piscina.

O Corpo de Bombeiros e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegaram a prestar os primeiros-socorros ao garoto. Houve inúmeras tentativas de reanimá-lo, mas ele não respondeu aos estímulos.

A delegada de Polícia Civil, Joilce Silveira Ramos, que estava de plantão no domingo, informou que foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Michael. O prazo para conclusão das investigações é de 30 dias.