Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 28 de Janeiro de 2022

Artigos

Em referência a Bernal, Schimit diz que PDT não pressiona “quem está morrendo

Em contrapartida, o vereador Paulo Pedra (PDT) ressalta a necessidade de haver uma aproximação com “algo concreto”.

Campo Grande News

28 de Outubro de 2013 - 13:00

O presidente estadual do PDT, João Leite Schimidt, diz que o partido não irá pressionar o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) por uma aliança, mas ainda aguarda um posicionamento republicano do progressista no sentido de compartilhar a administração.

“Aguardamos uma conversa mais republicana. Não sou de pressionar as pessoas que estão morrendo”, comenta Schimidt sobre a crise política enfrentada por Bernal que responde a Comissão Processante, aberta pela Câmara Municipal, que pode cassar seu mandato.

Ainda de acordo com o pedetista, o prefeito tem demonstrado “boa vontade” e “tudo tem seu tempo”.

Em contrapartida, o vereador Paulo Pedra (PDT) ressalta a necessidade de haver uma aproximação com “algo concreto”.

“Ou as coisas acontecem ou acabou. Vai ficar 10 meses conversando”, questiona Pedra que solicita mais objetividade nas negociações para um possível apoio do partido a administração municipal.