Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 21 de Abril de 2021

Coronavírus

‘A Covid-19 é real’, diz em tom de alerta Danilo Cazarin, que não acreditava na doença

A sensação que se tem é de um afogamento. Você tenta respirar e o ar simplesmente não vem", Danilo.

Marcos Tomé/RN

04 de Abril de 2021 - 09:48

‘A Covid-19 é real’, diz em tom de alerta Danilo Cazarin, que não acreditava na doença
Danilo Cazarin. (Foto enviada a redação)

Desde o dia 17 de março, quando foi diagnosticado com o novo coronavírus (Sars-CoV-2) após sentir fortes dores de cabeça e tosse, sintomas provocados pela Covid-19, o gerente da empresa concessionária do transporte coletivo de Sidrolândia, Danilo Leovezete Cazarin, de 35 anos, luta pela vida.

Internado há 8 dias no Hospital da Unimed em Assis, interior paulista, para onde foi transferido após receber os primeiros atendimentos no Hospital Elmiria Silvério Barbosa, Danilo relata o drama nestes 18 dias de tratamento (13 internado) ao ver seu quadro de saúde se agravar dia-a-dia, impotente diante do avanço devastador do vírus.

Cheguei a ficar com 80% dos pulmões comprometidos. Por 4 vezes a equipe médica praticamente decidiu pela intubação orotraqueal para garantir a respiração adequada', Danilo Cazarin

“A sensação que se tem é de um afogamento. Você tenta respirar e o ar simplesmente não vem. Cheguei a ficar com 80% dos pulmões comprometidos. Por 4 vezes a equipe médica praticamente decidiu pela intubação orotraqueal para garantir a respiração adequada por meio do ventilador mecânico, mas graças a Deus e a experiência da equipe médica do doutor Luiz Marcelo Pacheco, que insistiu em métodos alternativos, o quadro foi evoluindo”, conta.

O gestor administrativo da empresa Vacaria Transporte disse que em grande parte, amigos e familiares não acreditavam na doença, assim como ele. Agora, depois de quase perder a vida para o vírus, conta como tudo mudou. “Eu sempre achei que se pegasse o coronavírus não sentiria nada, talvez alguns sintomas leves”, relata.

Nagacionismo

‘A Covid-19 é real’, diz em tom de alerta Danilo Cazarin, que não acreditava na doença
Danilo Cazarin durante evento com amigos em dezembro de 2020. (Foto: Reprodução/Facebook

Com 10 quilos a menos em praticamente duas semanas, num bate-papo com a reportagem do regiaonews por telefone, o gestor administrativo da Vacaria Transporte relata que sempre teve dificuldade em acreditar nos efeitos devastadores da doença, em muitos casos, evoluindo para óbito. “Me cuidava, mas confesso que fui negligente com o uso da máscara, álcool gel entre outras coisas, justamente por não acreditar muito”, relata.

Num desabado nas redes sociais, Danilo Cazarin, escreveu: “Com certeza esta é a Páscoa mais emblemática da minha vida! Eu que muitas vezes duvidei dessa doença, não acreditava no seu devastador potencial em algumas pessoas, hoje sou prova viva de que nunca podemos subestimar as coisas”.

“Pra quem me conhece bem sabe que não sou de ficar escrevendo muito nas redes sociais, mas acredito que hoje devo compartilhar essa experiência no intuito de orientar aqueles que ainda não acreditam nessa doença. Hoje completo 13 dias internado devido a complicações da Covid-19. Tive 80% do meu pulmão comprometido e com isso, muita, mas muita dificuldade de respirar”, relata.

Danilo faz um alerta para que as pessoas façam o uso da máscara, álcool gel, evite aglomeração e cuide dos seus. “Se cuidem e cuidem dos seus, a vacina já é uma realidade e logo todos estaremos um pouco mais tranquilos, mas sempre alerta. Quero então finalizar com a gratidão a Deus, o senhor da minha vida, por nunca me abandonar. Ele escutou cada pedido, cada oração e cada joelho que foi dobrado no chão em minha intenção e atendeu a cada um com muita glória”.

Seu estado de saúde vem evoluindo consideravelmente e gradativamente os médicos estão diminuindo o oxigênio. Segundo Danilo, nos próximos dias estará de alta hospitalar e continuará o tratamento em casa. “Novos exames serão feitos para avaliar o quadro, mas graças a Deus, estou bem melhor’, finaliza.