Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 27 de Setembro de 2020

Coronavírus

Sesai inicia nesta quinta-feira testagem de 3 mil indígenas da Reserva Buriti

Durante a pandemia já foram registrados 172 casos de coronavírus entre os terenas e 7 pessoas foram a óbito.

Administrador

20 de Agosto de 2020 - 07:52

Durante a pandemia já foram registrados 172 casos de Covid-19. - Foto: Claudio Furtan/Agência Estado.

Equipes da Secretaria Especial de Saúde Indígena, iniciam nesta quinta-feira a testagem de 3 mil terenas da Reserva Buriti, que abrange aldeias urbanas e rurais com uma população de 5.230 terenas, em Sidrolândia (2.845) e Dois Irmãos do Buriti (2.385).

Durante a pandemia já foram registrados 172 casos de Covid-19 entre os terenas e 7 pessoas morreram. A testagem vai cobrir 52% da comunidade (sem considerar os já testados), bem mais que os cerca de 5% da população em geral de Sidrolândia testados até aqui pela Saúde do município.

Segundo o coordenador do polo de Sidrolândia da Sesai, Arildo Alves Alcântara, o trabalho será aberto às 8 horas na Aldeia Buriti e no início da tarde, as 13 horas, nas aldeias urbanas, Tereré, Nova Tereré e Nascente. Farão testes rápidos de familiares que já portaram Covid-19 e as pessoas que tiveram contato com eles.

Quem testar positivo passará por consulta médica, receberão medicamentos e orientados a ficar em isolamento domiciliar durante um período de quarentena. A explosão de casos de Covid-19 a partir de julho, mesmo com as barreiras sanitárias montadas nas aldeias, forçou a abertura de mais 10 leitos clínicos no Hospital Elmíria Silvério Barbosa, onde nesta quinta-feira há 4 pacientes terena de Dois Irmãos internados.

A Prefeitura da cidade vizinha montou uma unidade avançada na Escola Municipal Alexina Rosa, localizada na reserva. A Prefeitura de Sidrolândia assumiu o compromisso de designar uma equipe, com médico, enfermeiro e técnicos de enfermagem para dar suporte ao trabalho da Sesai nas aldeias.