Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 2 de Dezembro de 2020

Eleições 2020

Com diferença de 1.589 votos, Daltro vence eleição e agora depende do TSE para posse

Flávio Paes/Região News

15 de Novembro de 2020 - 21:58

Daltro Fiúza, venceu a eleição com 46,44% dos votos válidos. Foto: Marcos Tomé/Região News

O candidato do MDB a Prefeitura de Sidrolândia, Daltro Fiúza, venceu a eleição com 10.646 votos, 46,44% dos votos válidos, impondo uma diferença de 1.589 votos sobre o candidato do PSDB, Enelvo Felini, que obteve 9.057 votos (39,51%). O empresário Moacyr Almeida, terceiro colocado, garantiu 3.219 votos (14,04%). Foram computados 373 votos brancos (1,55%) e 816 nulos (3,38%).

Vitorioso neste domingo, para garantir a posse no próximo dia 1º de janeiro e administrar a cidade pela 5ª vez, Fiúza terá de reverter no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a decisão do TRE (que indeferiu sua candidatura). Caso, o TSE não delibere até o dia 31 de dezembro, quem tomará posse, como prefeito interino, será o futuro presidente da Câmara, a ser escolhido entre os 15 vereadores eleitos hoje.

Conforme o último boletim do TSE, com 100% das 99 seções totalizadas, dos 31.288 eleitores aptos a votar, foram às urnas 24.111, enquanto 7.177 se abstiveram, o maior índice de abstenção numa eleição municipal, superando a abstenção da eleição suplementar de 2013, que ficou em 12,1%, a de 2016, que ficou em 16,72% e a de 2012, quando 7,92 dos eleitores não votaram. No 1º turno da eleição para governador em 2018, 23,22% dos eleitores não votaram (4.947).