Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 7 de Dezembro de 2023

Eleições 2022

Protestos: Motoristas fazem filas nos postos com bloqueio de rodovias

Com o protesto, a fila de veículos começa na altura do Posto Martinelli.

Redação/Região News

31 de Outubro de 2022 - 13:09

Protestos: Motoristas fazem filas nos postos com bloqueio de rodovias
Com o protesto, a fila de veículos começa na altura do Posto Martinelli. Foto: Marcos Tomé/RN

Já dura quase 2 horas o bloqueio da BR-060, saída para Maracaju, promovido por caminhoneiros bolsonaristas inconformados com a derrota nas urnas do presidente Jair Bolsonaro. Carros de passeio tem a passagem liberada a cada 30 minutos. Com o protesto, a fila de veículos começa na altura do Posto Martinelli até a rotatória com a MS-162. Policiais rodoviários federais estão no local.

Motoristas estão formando fila em frente dos postos combustível se precavendo diante do risco de desabastecimento caso sejam confirmados os rumores de um segundo ponto de bloqueio na BR-060, perto do Frigorífico da JBS. No Posto Global as vendas estão limitadas a R$ 50,00 por veículo.

Bloqueios 

A PRF já acionou a Advocacia Geral da União (AGU) em todos os Estados onde foram identificados pontos de bloqueio, para obter interdito proibitório na Justiça Federal, objetivando, liminarmente, a expedição de mandado judicial como forma de garantir pacificamente a manutenção da fluidez nas rodovias federais brasileiras”, informa nota de esclarecimento, divulgada nas redes sociais da corporação.

O interdito proibitório é um procedimento judicial utilizado para fazer cessar a ameaça ao exercício da posse de alguém.

A PRF menciona que tenta o diálogo desde a noite de domingo (dia 30), quando as rodovias foram bloqueadas. “Por fim, a PRF encontra-se em todos os locais identificados com efetivo mobilizado nos pontos de bloqueio e permanece trabalhando pelo fluxo livre nas rodovias federais, viabilizando-se o escoamento da produção, assim com o direito de ir e vir dos cidadãos, além de seguir monitorando de perto os locais com alta probabilidade de interdição”, diz o comunicado.

Desde a manhã desta segunda-feira (dia 31), já são vários trechos bloqueados em rodovias federais e estaduais de Mato Grosso do Sul. Esses locais estão sendo monitorados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PMR (Polícia Militar Rodoviária), que controlam o trânsito e afirmam que as manifestações seguem pacificas

- BR-163, km-490, quantidade de manifestantes 60; (Campo Grande): veículos de emergência e carga viva com livre passagem. Equipe da PRF no local.

 - BR-163, km-550, quantidade de manifestantes 50; (Bandeirantes): veículos de emergência e carga viva com livre passagem. Equipe da PRF no local.

 - BR-163, km-614, quantidade de manifestantes 100; (São Gabriel do Oeste): veículos pequenos passando por dentro da cidade. Equipe da PRF no local.

 - BR-163, km-679, quantidade de manifestantes 30; (Rio Verde de Mato Grosso): veículos de emergência e carga viva com livre passagem. Equipe PRF no local.

 - BR 163, km-767, quantidade de manifestantes 20 (Coxim): veículos de emergência e carga viva com livre passagem. Equipe PRF no local.

- BR-060, km-191, sem informação da quantidade de manifestantes (Camapuã): completamente interditado.

 - BR-262, km-383, quantidade de manifestantes 10 (Terenos): veículos pequenos passando por dentro da cidade. Equipe da PRF no local.

- BR-163, km-466, sem informação da quantidade de manifestantes (Campo Grande): completamente interditado. BR 163, km 489, um caminhão atravessado sobre a pista impedindo o fluxo (Campo Grande): veículos de emergência e carga viva com livre passagem.

 - BR-060, km-368, sem informação da quantidade de manifestantes (Campo Grande): veículos de emergência e carga viva com livre passagem. Equipe PRF no local.

 - BR-267, km-365, sem informação da quantidade de manifestantes (Maracaju): veículos de emergência e carga viva com livre passagem.

 - BR-158, km-95, sem informações da quantidade de manifestação (Paranaíba): equipe da PRF em deslocamento. Não interditado.

 - BR-158, km-04 (Cassilândia) - sem informações da quantidade de manifestantes, fechado para veículos de carga, apenas passando.