Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 29 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Com ICMS a 30%, em Sidrolândia litro da gasolina fica até R$ 0,20 mais caro e em alguns postos passa de R$ 5,00

Nas bombas dos postos que já estão revendendo combustível adquirido com a nova tributação, litro ficou R$ 0,17 mais caro.

Redação/Região News

13 de Fevereiro de 2020 - 16:12

O consumidor de Sidrolândia já está sentindo no bolso o impacto do aumento de 20% do ICMS da gasolina, que teve a alíquota elevada de 25% para 30%. Em alguns postos, como o Global, onde já está sendo revendido o combustível adquirido desde ontem, quando a nova tributação em vigor, o litro ficou R$ 0,17 mais caro, saltou de R$ 4,86 para R$ 5,03.

O Etanol, que teve o imposto reduzido na mesma proporção (de 25% para 20%) ficou só R$ 0,10 mais barato, caiu de R$ 4,07 para R$ 3,97. No Posto Global, redução de 2,45%. Em média abastecer em Sidrolândia é 10% mais caro que na Capital, onde se encontra a gasolina a R$ 4,49.

O Posto Vacaria elevou em R$ 0,20 o preço da gasolina, que passou de R$ 4,759 para R$ 4,959, um aumento de 4,20%. O Etanol, se mantém em R$ 3,990 porque ainda não começou a ser vendido o estoque novo.

No Posto Pé de Cedro, a gasolina ficou 3,31% mais cara (de R$ 4,87 para R$ 5,03) e o álcool, o litro está R$ 0,14 mais barato, de R$ 4,12 para R$ 3,98. Os R$ 0,17 de aumento no preço do litro, vão encarecer R$ 7,65 o preço de uma tanqueada de 45 litros, que passa a custar R$ 226,35.

Na Capital os postos credenciados da rede Taurus, que tem contrato com o Governo do Estado, suspenderam o fornecimento de gasolina para veículos oficiais e a razão é o preço. Desde ontem (dia 12), com a Lei Estadual 5434 em vigor, a alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da gasolina subiu de 25% para 30%.

Desta forma, o consumidor comum paga R$ 4,49 pelo litro do combustível, enquanto o custo para o veículo oficial foi mantido em R$ 4,15. Cartaz afixado à bomba de abastecimento traz o aviso de que a frota do governo não será abastecida com gasolina.

No posto Taurus, localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, é fornecido somente óleo diesel para a frota oficial, com valor de R$ 3,70 o litro. O cliente comum paga R$ 3,79. Na Avenida Costa e Silva, em outro posto de combustível da rede, a orientação é a mesma: apenas o diesel é liberado para os veículos oficiais, como viaturas do Corpo de Bombeiros e da PM (Polícia Militar).

De acordo com o Portal da Transparência do Governo, foram pagos R$ 13,5 milhões para a Taurus Distribuidora de Petróleo Ltda. Em 2018, a administração estadual desembolsou R$ 15,9 milhões para o fornecedor. Em 2020, de janeiro até hoje, foram empenhados recursos de R$ 4 milhões.

Redução – Ao passo em que aumentou a alíquota de ICMS da gasolina, o governo reduziu a do etanol de 25% para 20%.

O governo de Mato Grosso do Sul propôs as mudanças com o objetivo de estimular o consumo de etanol, pois o combustível é produzido no Estado. Porém, os postos de combustíveis aumentaram o preço da gasolina, mas "congelaram" o do etanol.