Preso motorista embriagado que provocou acidente com morte na Rua Ponta Porã

Ordirley foi submetido ao teste do bafômetro. Ele está preso desde sábado à noite.

O carro Citroen Pallas C4 estava com a frontal e a roda esquerda danificada. - Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Está preso desde sábado à noite Ordirley Gabriel, 46 anos, após ter provocado acidente na MS-162, prolongamento da Rua Ponta Porã, em que morreu o motociclista Arnaldo Barbosa de Oliveira, 48 anos. Ordirley foi submetido ao teste do bafômetro e o resultado foi de 0,63 mg/l de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, o que caracteriza estado de embriaguez.

Segundo informações do boletim de ocorrência, Arnaldo seguia em uma motocicleta Honda CG 150 em direção ao Distrito de Quebra Coco, a cerca de 500 metros da saída da cidade, quando foi atingido por um veículo Citroen Pallas C4, conduzido por Odirley Gabriel, 46 anos. Após a batida, o motorista deixou o local.

Arnaldo foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao hospital de Sidrolândia, mas devido a gravidade dos ferimentos foi transferido para a Santa Casa de Campo Grande. Durante o trajeto, o motociclista não resistiu e morreu.

Aproximadamente 60 metros do local do acidente, a polícia encontrou Odirley. O carro estava com a frontal e a roda esquerda danificada. Ele apresentava sinais de embriaguez e assumiu que havia atropelado o motociclista.

Terceira morte em 20 dias

Nos últimos 20 dias este é o terceiro motociclista que morre em acidente de trânsito em Sidrolândia. No dia 24 de junho, Cezar Santana Andrade, 29 anos, seguia em uma CG Titan pela avenida Mato Grosso, no Jardim Cascatinha, no mesmo sentido que a caminhonete.

Na altura da rua Presidente Vargas, o condutor da caminhonete tentou fazer uma conversão à esquerda, momento em que Cezar teria colidido na carroceria do veículo. O rapaz bateu a cabeça na ferragem traseira da carroceria da caminhonete. Com impacto da colisão, sofreu afundamento de crânio e morreu no local.

Na noite do último dia 4, Valdemir Afonso Rodrigues, de 47 anos, morreu na a MS-162, proximidades da estrada vicinal que dá acesso aos Assentamentos Capão Bonito e São Pedro. Ele foi atropelado por um veículo Fiat Palio Weekend, de Campo Grande. O motociclista estava numa lanchonete que fica as margens da rodovia em companhia de outros familiares. Um primo da vítima, que estava numa caminhonete Toyota Hilux, conta que saíram da lanchonete em direção ao Assentamento Santa Terezinha.

Segundo este familiar, o motociclista vinha logo a sua frente na moto Honda Titan de placa HTE7143, de Dois Irmãos do Buriti, em velocidade reduzida porque entraria num dos travessões próximo dali, trafegava praticamente no acostamento da rodovia.

Uma mulher, condutora do Fiat Pálio que vinha logo atrás no mesmo sentido da pista (Maracaju/Sidrolândia), disse que foi surpreendida pelo motociclista que tentou cruzar na frente do veículo, momento em que foi atropelado. "Ele vinha pelo acostamento e de repente, entrou na minha frente", relatou.