Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 19 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Prefeitura diz que houve erro na execução e cobra da empreiteira obra para enxurrada não ficar empoçada

A Prefeitura cobra a construção de uma ramal de drenagem, e boca de lobo para resolver o problema do “empoçamento” da enxurrada.

Flávio Paes/Região News

03 de Agosto de 2020 - 17:49

Os engenheiros da Prefeitura de Sidrolândia estão cobrando da Marpav Engenharia, empresa responsável pelas obras de pavimentação asfáltica do Bairro Sol Nascente, que construa uma ramal de drenagem, e boca de lobo para resolver o problema do  “empoçamento” da enxurrada no prolongamento Rua São Paulo, num ponto de confluência com as ruas Rosendo Guardiano e prolongamento da Santa Catarina.

A empreiteira propõe outra alternativa, provavelmente mais barata, que é a construção de um “sargentão”, uma valeta revestida de concreto e coberta com grelha, no cruzamento da Rua Rosendo com a Rua São Paulo, para dar vazão a água empoçada.

Diante do impasse, a Prefeitura reteve o pagamento do saldo do contrato (R$ 95.489,13) como forma de pressionar a empresa a adotar solução que os engenheiros avaliam como mais adequado. A avaliação é que houve um erro na execução do projeto porque falta pelo menos uma boca de lobo na margem esquerda (de quem vai em direção ao Parque Vacaria) na Rua Rosendo Guardiano no cruzamento com o prolongamento da Santa Catarina.

Na Rosendo a drenagem é superficial (a água da chuva escorre pelas guias de sarjeta laterais). A água que desce pelo lado direito é captada por uma boca de lobo existente na esquina com a Rua Santa Catarina. A que escoa pelo outro lado, onde não há captação, simplesmente, fica empoçada na ligação com Rua São Paulo, trazendo transtornos aos moradores.

A proposta dos engenheiros da Prefeitura é que seja aberta uma boca de lobo no lado esquerdo e que uma tubulação atravesse a pista para escoar a água da chuva até a boca de lobo existente na Rua Santa Catarina (margem direita para quem vai em direção ao Parque Vacaria.

“Estamos cobrando da empresa providencias para sanar o problema”, comentou a reportagem, Ivanir Areco, Diretora de Planejamento da Prefeitura.