Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 19 de Setembro de 2020

Policial

Ex-lutador de MMA é assassinado a tiros ao lado da esposa, na fronteira de MS com o Paraguai

Mulher de Wagner Franco, de 34 anos, disse ter gritado ao assassino questionando o motivo do crime, em Ponta Porã (MS).

G1 MS

09 de Agosto de 2020 - 19:22

O ex-lutador de MMA, Wagner Carvalho Franco, de 34 anos, foi assassinato a tiros na noite deste sábado (8), durante uma reunião com amigos e familiares em Ponta Porã, município na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. A esposa dele, que estava ao lado do marido no momento do crime, também foi atingida por um dos disparos.

Conforme o boletim de ocorrência, o crime ocorreu por volta das 21h deste sábado, no centro da cidade. De acordo com a polícia, Wagner estava reunido com amigos e familiares na calçada, quando um homem chegou de capacete e a pé, efetuando vários tiros contra o ex-lutador. Ele morreu no local. Um dos disparos atingiu a coxa esquerda da esposa da vítima.

Ainda conforme o registro da ocorrência, a Policia Civil e a Perícia Técnica estiveram no local do crime, onde foram encontradas 12 cápsulas de calibre 9 milímetros e uma munição do mesmo calibre intacta. A polícia já solicitou as imagens do ocorrido ao dono de uma empresa que fica ao lado de onde o crime aconteceu.

A mulher de Wagner foi levada para o Hospital Regional de Ponta Porã e passa bem. Ela foi ouvida por dois investigadores, mas não soube dar mais detalhes do crime. Ela disse não saber se o marido estaria sendo ameaçado de morte e afirmou ter questionado várias vezes ao assassino sobre o motivo do crime. Ainda segundo o registro policial, o ex-lutador possuía desafetos decorrentes de brigas e foi testemunha de dois homicídios.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã e continuará sendo investigado. Familiares e amigos de Wagner lamentaram o crime nas redes sociais. O corpo do ex-lutador será enterrado às 14h, no horário sul-mato-grossense.