Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 18 de Setembro de 2020

Policial

Homem é executado com tiro de escopeta, 3º caso na fronteira em dois dias

Corpo de paraguaio foi encontrado nesta segunda-feira, em Pedro Juan Caballero.

Campo Grande News

10 de Agosto de 2020 - 10:35

Homem foi executado e teve corpo parcialmente queimado em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS). “Desovado” em um terreno baldio no bairro San José durante a madrugada, o corpo foi encontrado no início da manhã de hoje (10) por moradores vizinhos ao local.

De acordo com a polícia, o homem de nacionalidade paraguaia foi identificado como Marcos David Villalba Laranjeira, de 23 anos. O médico legista Cesar González disse que o homem foi morto com tiro de escopeta na parte de trás da cabeça. O tiro saiu no rosto e deixou o rapaz desfigurado.

O legista também constatou queimaduras. A suspeita é que os pistoleiros tenham tentado atear fogo no corpo. Como não conseguiram, “desovaram” o cadáver no terreno baldio.

Familiares informaram que homens foram ontem até a casa de Marcos e o levaram. Após o sequestro, o rapaz foi torturado e executado com tiro na cabeça. A polícia ainda não informou se ele tinha antecedentes criminais ou se era suspeito de ligação com o crime organizado que impera na fronteira.

Essa é a terceira execução ocorrida em dois dias na Linha Internacional entre o Paraguai e Mato Grosso do Sul. No sábado, o ex-lutador de MMA Wagner Carvalho Franco, 34 anos, o “Hematoma”, foi morto a tiros de pistola 9 milímetros em Ponta Porã. A mulher dele foi ferida na perna.

Ontem à noite, pistoleiros atacaram um carro no centro de Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS), e mataram Freddy Gonzalez, de 15 anos. Anderson da Silva, 21, que também estava no veículo, ficou gravemente ferido.