Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Luto

Corpo da primeira vítima do coronavírus em MS sai do hospital da Cassems de Dourados direto para o cemitério de Batayporã

A medida faz parte das ações adotadas pelas normas de segurança prevista pelo Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus.

Gildo Tavares/Região News

01 de Abril de 2020 - 09:32

O corpo de Eleuzi Silva do Nascimento, 64 anos, a primeira vítima fatal do coronvírus em Mato Grosso do Sul, saiu do hospital da Cassems em Dourados, direto para o cemitério de Batayporã em caixão lacrado. O sepultamento aconteceu praticamente sem velório, com tempo mínimo para que familiares e amigos pudessem se despedir.

O velório de vítimas fatais do coronavírus deve durar no máximo duas horas, com as pessoas mantendo distância de 1,5 metro do caixão.
A decisão para que o corpo fosse levado direto para o cemitério faz parte das ações adotadas pelas normas de segurança prevista pelo Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus.

Além de Eleuzi, Batayporã tem outros dois casos confirmados. Um dos infectados é a irmã de Eleuzi, de 59 anos de idade. Ela pegou o vírus em viagem recente a Bruxelas, na Bélgica, e está em isolamento domiciliar.

Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, a paciente tinha “pneumopatia grave” – enfisema pulmonar –, o que dificultou o tratamento e rapidamente agravou o quadro. Ela procurou hospital em Nova Andradina no dia 16 de março e ficou internada até o dia 23. No dia 25, voltou à unidade, com o estado de saúde com complicações.