Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Abril de 2024

Mundo

Incêndios florestais no Chile deixam pelo menos 19 mortos

As autoridades também relataram apagões como resultado do incêndio.

Correio do Estado

04 de Fevereiro de 2024 - 18:15

Incêndios florestais no Chile deixam pelo menos 19 mortos
Bombeiros tentam conter incêndio na comuna de Quilpe, na região de Valparaíso, no Chile. Foto: Javier Torres

Intensos incêndios florestais nos arredores de uma área densamente povoada da região central do Chile deixaram pelo menos 19 mortos e destruíram cerca de 1.100 casas, disseram autoridades locais neste sábado.

A ministra do Interior do Chile, Carolina Tohá, informou que há atualmente 92 incêndios florestais no centro e no sul do país, onde as temperaturas têm sido anormalmente altas esta semana.

O incêndio mais mortal ocorreu na região de Valparaíso, onde as autoridades recomendaram as pessoas a não saírem de suas casas para que carros de bombeiros, ambulâncias e outros veículos de emergência pudessem transitar com maior facilidade.

Tohá afirmou que dois incêndios perto das cidades de Quilpué e Villa Alemana queimaram pelo menos 8.000 hectares desde sexta-feira. Um dos incêndios ameaçava a cidade costeira de Viña del Mar, onde alguns bairros já foram gravemente afetados.

As autoridades também relataram apagões como resultado do incêndio. Tohá disse que, na região de Valparaíso, foi necessário evacuar quatro hospitais e três lares de idosos. O incêndio também destruiu dois terminais rodoviários.

O fenômeno climático El Niño causou secas e temperaturas mais quentes do que o normal ao longo do oeste da América do Sul este ano, aumentando o risco de incêndios florestais. Em Janeiro, mais de 17.000 hectares de florestas foram destruídos na Colômbia por incêndios que se seguiram a várias semanas de tempo seco. Fonte: Associated Press.