Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Policial

Acidente com avião que saiu de MS matou 2 seguranças e 2 pilotos

A aeronave saiu de Dourados carregada com malotes de dinheiro e deveria pousar no aeroporto do Bacacheri, no Paraná. A quantia em dinheiro é alta, mas não foi revelada.

Campo Grande News

07 de Novembro de 2012 - 09:43

Duas das quatro pessoas que morreram na queda do bimotor Shayene, da empresa Hercules Táxi Aéreo, na tarde de ontem (5), na zona rural da cidade de Almirante Tamandaré, no Paraná, trabalhavam como seguranças na empresa Brinks, de transporte de valores. As outras duas vítimas eram pilotos.

O segurança Leandro Ferreira dos Santos morreu no local da queda da aeronave. Wilmar Rodrigues, que também era segurança, foi socorrido com vida para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba (PR), e morreu na madrugada de hoje.

Informações apuradas pelo Campo Grande News dão conta de que os dois seguranças eram do Paraná. Morreram também no acidente o piloto alagoano Leonardo Uchoa Lessa e o co-piloto Carlos Gilberto Mohr. Os corpos das vítimas continuam no IML (Instituto Médico Legal) de Curitiba.

A aeronave saiu de Dourados carregada com malotes de dinheiro e deveria pousar no aeroporto do Bacacheri, no Paraná. A quantia em dinheiro é alta, mas não foi revelada.

Conforme o site Paraná Online, o bimotor caiu faltando cerca de cinco minutos para o pouso em uma área próximo a estrada Capivara dos Manfron, na região conhecida como Pedreiras dos Bolicas, cerca de 40 minutos do centro da cidade.

Ainda conforme o site, as causas do acidente estão sendo apurados pelas autoridades, mas tudo indica que o piloto tentou fazer um pouso de emergência no local.

A empresa Hercules Táxi Aéreo informou que toda a documentação da aeronave foi encaminhada para a Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), responsável por investigar as causas do acidente.