Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Policial

Acusado de participação de crime na fronteira em 2003 é preso em Dourados

Em 2003, Hélio foi condenado em 21 anos de prisão por participar de um crime de latrocínio que resultou na morte de três pessoas

Dourados News

17 de Setembro de 2013 - 09:10

A Guarda Municipal de Dourados prendeu na noite de ontem (16) no Jardim Ouro Verde, Helio Almeida Cardoso, 30. Ele portava uma pistola argentina calibre 22 no momento do flagrante e foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com as informações da ocorrência, durante rondas na região da Escola Estadual Floriano Viegas Machado, os guardas avistaram dois suspeitos e no momento da tentativa de abordagem, ambos tentaram fugir. No cruzamento das ruas Oliveira Marques e Joaquim dos Santos Veríssimo, eles foram alcançados e a arma foi encontrada com o acusado.

Durante depoimento na delegacia, o rapaz alegou que havia se deslocado até a escola para buscar a enteada, que vem sofrendo ameaças. Esta não é a primeira vez que ele tem problemas com a polícia.

Em 2003, Hélio foi condenado em 21 anos de prisão por participar de um crime de latrocínio que resultou na morte de três pessoas – um casal de fazendeiros e um capataz - numa propriedade rural do município de Antônio João, na fronteira com o Paraguai.

Na época, ele disse ter levado a caminhonete do casal para o país vizinho, mas foi autuado por ocultação de cadáver, cumpriu quatro anos em regime fechado e respondia em liberdade. Agora ficará detido no 1º Distrito Policial.