Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 17 de Maio de 2022

Policial

Anta é carneada por morador e prejudica pesquisa na Capital

Trabalhadores de uma construção próxima recolheram em uma caixa a cabeça, pernas e miúdos do meio da avenida. A carcaça será dissecada em laboratório.

Correio do Estado

20 de Novembro de 2015 - 14:18

Anta foi retalhada por morador para uso de sua carne no Bairro Vila Nasser, em Campo Grande. O animal, de cerca de um ano, era acompanhado por pesquisadores do Insituto Pró-Anta que flagraram a carcaça espalhada na Avenida Onélia Zaparoli Testa. A Polícia Militar Ambiental (PMA) foi informada da ocorrência.

O médico veterinário e diretor do Instituto, Álvaro Roberto Cavalcante, confirmou ao Portal Correio do Estado que toda a carne do animal foi removida para posterior consumo. Trabalhadores de uma construção próxima recolheram em uma caixa a cabeça, pernas e miúdos do meio da avenida. A carcaça será dissecada em laboratório.

“Isso é uma tradição arcaica de pessoas primitivas. Um crime bárbaro que nosso estagiário percebeu em seu caminho até o instituto. Moradores tinham relatado o desaparecimento do filhote que monitoravamos por relatos nessa região, que fica perto da zona rural e da Mata do Segredo”, pontuou Álvaro Roberto.

Por se tratar de um filhote, que possui período de gestação de 14 meses, a preocupação agora se volta a sua mãe que também transitava pela região. O período de reprodução da espécie ocorre quando esta atinge três anos.