Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 16 de Maio de 2021

Policial

Após 45 dias, ‘compadre’ responde por assassinato em liberdade

Não será pedida prisão do autor.

Midiamax

12 de Dezembro de 2016 - 10:03

Após 45 dias do assassinato de Hudson Franco, de 30 anos, o autor do crime continua em liberdade. Ele se apresentou com seu advogado a 6° Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde prestou depoimento.

“Por enquanto não será pedida a prisão dele (autor) e o inquérito só deverá ser concluído em janeiro”, disse o delegado que cuida do caso, Edmilson Holler.

Hudson franco foi morto com três tiros dentro de sua residência, no Jardim Santa Emília, no dia 23 de outubro. O autor era seu compadre, padrinho da enteada, de 4 anos, de Hudson.

A esposa de Hudson disse à polícia que estava em sua residência com o marido e mais um amigo, quando por volta das 21 horas do dia 23 de outubro, um homem que seria conhecido da mulher, por ser padrinho de sua filha, de 4 anos, chegou ao imóvel de posse de uma arma de fogo.

Hudson foi ferido o tórax, cotovelo e perna. De acordo com o depoimento do autor, ele teria assassinado Hudson por que a afilhada sofria maus-tratos por parte de Hudson. Depois do assassinato, a criança acabou sendo levada para a casa de parentes, na cidade de São Paulo.