Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Policial

Após mortes, investigações continuam e polícia não descarta envolvimento de outros criminosos

A polícia também identificou quatro, dos cinco mortos durante a troca de tiros no assentamento Pana.

Dourados News

20 de Agosto de 2013 - 14:53

Os cinco assaltantes mortos na madrugada de hoje (20) após troca de tiros com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e do Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) no assentamento Pana, em Nova Alvorada do Sul, podem fazer parte de uma quadrilha com ramificações em todo o Estado.

A afirmação foi repassada pelo comandante do DOF, coronel Edilson Duarte, durante coletiva realizada no início da tarde na sede do departamento. Segundo ele, as investigações continuam.

“Existe a possibilidade de mais gente envolvida e continuamos as investigações para chegarmos até elas. A princípio, temos a certeza de que eles fizeram cinco vítimas [com perda material] durante os assaltos e furtos, e recuperamos todos esses veículos, mas deve haver outras ocorrências ligadas ao grupo na região”, comentou, lembrando que os assaltantes também agiam em Nova Andradina.

Segundo o comandante, após as informações colhidas pelo serviço de inteligência, os policiais se deslocaram para o interior do assentamento, onde foram recebidos pelos criminosos a tiros. Durante a movimentação, os cinco acusados pelos assaltos na região acabaram morrendo.

Com eles, foram apreendidas uma Ford F-350, uma caminhonete Ford F-4000, a motocicleta Honda Hornet, o utilitário Fiat Strada e uma Mitsubishi L-200, além de armamento pesado e de uso restrito.

Ainda conforme Duarte, os criminosos estavam num acampamento abastecidos com mantimentos e bebidas, inclusive alcoólica, utilizada provavelmente para ‘comemorar’ as ações. “Acredito que eles faziam festa em cada ação criminosa realizada”, comentou.

OS MORTOS

A polícia também identificou quatro, dos cinco mortos durante a troca de tiros no assentamento Pana.

Samir Raslan da Silva, 30, Alexandre dos Anjos Nascimento, o ‘Lixa’, Carlos Alberto Matos Almeida, 23, conhecido como ‘Bijula’ e Ademir de Oliveira Lopes Melo, 23, tiveram os nomes divulgados. O outro assaltante morto é conhecido apenas pelo apelido, ‘Paulista’.