Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Janeiro de 2021

Policial

Até adolescente de 13 anos vira pistoleiro em fronteira dominada pelo crime

Campo Grande News

30 de Novembro de 2020 - 10:14

Policiais com três dos quatro presos hoje em Capitán Bado (Foto: Divulgação)

As quadrilhas em guerra pelo controle do crime organizado na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul não escolhem idade na hora de recrutar seus “soldados”.

Na madrugada desta segunda-feira (30), um adolescente de 13 anos foi preso acusado de crime de pistolagem em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande.

Ele estava com outros dois jovens de 16 anos e um adulto, todos paraguaios, acusados pela execução de Anderson Gustavo Lopez Ramirez, 20, na noite deste domingo (29). O rapaz seguia em um Ford Ka com placa de Várzea Grande (MT) quando foi perseguido pelos ocupantes de uma caminhonete branca e morto a tiros de pistola.

De acordo com a Polícia Nacional, o menino de 13 anos foi detido junto com Eder Rafael Escurra Espinola, 23, e com os outros dois adolescentes. Os policiais apreenderam com o grupo uma pistola 9 milímetros Glock, de procedência americana carregada com dez cartuchos intactos.

Eder e os adolescentes estavam em uma caminhonete Toyota Forturner com placa do Paraguai quando foram vistos pelos policiais.

Como veículo era semelhante ao usado pelos pistoleiros no crime de ontem à noite, os policiais tentaram fazer a abordagem, mas o condutor fugiu. Após algumas quadras de perseguição, a Toyota foi cercada e os ocupantes presos.