Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Junho de 2024

Policial

"Bandido da Marreta" que furtava de touca ninja é preso

De acordo com informações da PM, há dois meses, pelo menos, Polícia Civil e Polícia Militar trabalhavam para solucionar a onda de furtos

Correio do Estado

21 de Novembro de 2014 - 09:17

A Polícia Militar de Ribas do Rio Pardo (MS) prendeu, nesta quinta-feira (20), Wellington Silva Reis de 34 anos, vulgo “Terrorista”, acusado de ser o “Bandido da Marreta”. Nas últimas semanas, vários comércios que tem portas de vidro, tipo blindex foram alvos de ações criminosas com as mesmas características no modo de arrombamento.

O suspeito chegava ao estabelecimento comercial carregando uma mochila nas costas, verificava se não havia nenhuma pessoa por perto, tirava uma marreta da mochila, quebrava a porta, geralmente de vidro, e cometia o furto. Foi assim em conveniências e lojas da cidade, como ficou registrado nas câmeras de segurança. Em um dos furtos, o bandido esqueceu a marreta e uma touca ninja.

Os responsáveis pela prisão do suspeito, que inclusive tinha um mandado de prisão contra ele em aberto, por ser fugitivo da Colônia Penal em Campo Grande (MS) foram os policiais militares Sargento Augusto, Cabo Gonzales e os soldados Leon e Germano.

Operação

De acordo com informações da PM, há dois meses, pelo menos, Polícia Civil e Polícia Militar trabalhavam para solucionar a onda de furtos. Na madrugada desta quinta-feira (20), os policiais receberam a informação de que o Bandido da Marreta estaria escondido em um barraco coberto com lona preta no bairro São Joaquim.

A guarnição da PM se deslocou até a Rua Fausto Oliveira Rodrigues na localidade informada, e conseguiu prender o suspeito às 6h30. Na ação, duas mulheres de 29 anos, usuárias de drogas, que podem ter colaborado com o criminoso, também foram presas. A bicicleta laranjada usada nos assaltos aos hotéis foi recolhida pela polícia.

Questionado sobre a arma que usou no assalto aos hotéis da cidade, Wellington Silva Reis disse que o objeto era uma arma de brinquedo, e que tinha jogado no brejo de uma mata no bairro Santo André na noite passada ao fugir de agentes da Polícia Civil. Os policiais militares levaram o acusado até o local, mas a arma não foi localizada devido a dificuldade de acesso.

Wellington Silva Reis de 34 anos, vulgo “Terrorista”, acusado de ser o “Bandido da Marreta”, que inclusive já teria confessado a autoria de vários furtos, passou por todos os procedimentos cabíveis, e será encaminhado para o sistema prisional em Campo Grande (MS).