Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 23 de Junho de 2024

Policial

Bandidos mataram casal para roubar carro e vender na fronteira

Campo Grande News

04 de Julho de 2012 - 13:32

Um homem preso por envolvimento no assassinato do casal que foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira, na rodovia Três Barras, em Campo Grande, confessou à Polícia que a intenção era roubar o carro da vítima e levar para a fronteira.

De acordo com o delegado que investiga o caso, Devair Aparecido Francisco, Neidinaldo Nascimento da Silva foi preso em casa, no bairro Moreninhas. Com ele, a Polícia encontrou drogas, dinheiro, um celular e a arma utilizada para matar Luzia Barbosa Damasceno Costa, 25 anos, e Alberto Raghiant.

Os documentos de Raghiant foram encontrados na fossa da casa do autor. Neidinaldo disse à Polícia que matou o casal porque ficou nervoso e não sabia o que fazer com as vítimas.

Outro suspeito de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) foi detido e encaminhado à delegacia. Ele já está sendo ouvido. A Polícia investiga se mais dois homens participaram da ação.

Crime - Luiza e Alberto foram encontrados por volta das 07h30 desta quarta-feira por um homem que passava pelo local. Ele chamou a Polícia. Os dois estavam caídos de bruços no mato, um ao lado do outro, quando foram encontrados. Cada um tinha marca de tiro na nuca.

De acordo com a Perícia, a suspeita é que os dois tenham sido mortos por volta das 02h da madrugada.

Roubo - O casal estava namorando em um veículo Honda Fit perto do Terminal Morenão, quando foram abordados pelo grupo. Os dois foram levados para a rodovia, onde, de acordo com a Polícia, foram assassinados. O carro da vítima ainda não foi localizado.