Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Junho de 2024

Policial

Cantor sertanejo se diz "perseguido" e pede desculpa a fãs

Apesar de ter capitalizado o episódio, distribuindo autógrafos e CDs, o artista classificou a experiência como “a pior de sua vida

G1

03 de Agosto de 2012 - 14:53

Destaque no noticiário na quinta-feira (2) após ter sido detido por excesso de barulho em uma festa realizada na casa onde mora, em um condomínio de luxo em Goiânia, o cantor sertanejo Cristiano Araújo, 26 anos, lamentou o incidente: “Foi humilhante”. Em entrevista ao G1, ele pediu desculpas aos fãs "pela circunstância" e falou em "perseguição".

 

Apesar de ter capitalizado o episódio, distribuindo autógrafos e CDs, o artista classificou a experiência como “a pior de sua vida”. Notificado seis vezes por barulho em festas no condomínio, ele diz que estava dorrmindo quando a polícia chegou na casa e se defende: "Quando a gente começa a fazer sucesso, começa a ser perguido por pessoas maldosas".

 

O que mais o deixou “magoado”, conta, foi o fato do filho, de 4 anos, tê-lo visto algemado na televisão. “Foi horrível e sem explicação chegar na delegacia algemado”, disse. A criança, fruto de um relacionamento com uma ex-namorada, mora com a mãe, em Goiânia.

 

Cristiano Araújo é solteiro. Aluga a casa onde aconteceu o incidente com mais três pessoas – dois empresários e um produtor – mas passa pouco tempo nela, devido à agenda de shows. A festa comemorava o aniversário de um dos moradores da residência.