Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Policial

Casal com bebê de colo aplica golpe de R$ 1,4 mil vendendo ‘panelas de luxo

Com a promessa de que caso não gostasse dos produtos, poderia devolver, ela concordou e parcelou a compra em 10 vezes no cartão de crédito.

Correio do Estado

23 de Novembro de 2016 - 16:19

Duas mulheres, de 24 e 40 anos, caíram em golpe aplicado por um casal, conforme elas, bem vestido, de boa aparência, que fala bem e estava com um bebê de colo. Crime aconteceu ontem (22), em Três Lagoas, um por volta das 19h30min, e o outro, às 20h30, onde os criminosos "faturaram" R$ 1,4 mil.

O primeiro caso, contra a jovem de 24 anos, foi próximo a um supermercado. Na entrada do estabelecimento, apenas a mulher, descrita como loira, dos cabelos compridos e olhos verdes, a abordou, relatando que estava vendendo panelas de aço cirúrgico de uma grande rede de multimarcas nacional.

Conforme o boletim de ocorrência, a golpista relatou para a vítima que estava com pressa de ir embora, por isso queria vender os produtos que haviam, supostamente, sobrado de uma feira, pela metade do preço. Valor original das panelas seriam R$ 1,2 mil, mas iriam vendê-las por R$ 700 e ainda ganharia dois travesseiros como brinde.

Com a promessa de que caso não gostasse dos produtos, poderia devolver, ela concordou e parcelou a compra em 10 vezes no cartão de crédito.

Mais tarde, na casa de amigos, ela foi informada de que as panelas não eram da marca prometida e ao retornar no local onde a vendedora estava, não havia mais ninguém.

SEGUNDO CASO

A segunda vítima, de 40 anos, recebeu o casal em sua casa, que também relatou que estava vendendo panelas de aço cirúrgico da loja. Eles apresentaram vários catálogos da empresa e, por fim, a vítima comprou as panelas “pela metade do preço”, por R$ 750, em 10 vezes no cartão de crédito.

Ela relatou aos policiais na delegacia que não desconfiou do casal por que eram bem vestidos, falavam bem e estavam com um bebê. Depois de pagar pelos objetos, os estelionatários foram embora em uma pickup modelo Fiat Strada, de cor vermelha.

SUSPEITOS

A mulher só descobriu que era um golpe depois de acessar um site de reclamações onde verificou que várias pessoas estavam descrevendo o mesmo casal e o mesmo carro como responsáveis por golpes em vários Estados do país.

Ela disse que por precaução, resolveu anotar a placa do automóvel e repassou para a Polícia Civil, que investigará o caso.