Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 24 de Outubro de 2020

Policial

Com risco de desabar, bombeiros interditam fábrica destruída em incêndio

De acordo com o coronel Robson Moreira, do Corpo de Bombeiros, a princípio o prédio deverá ser demolido, por causa do risco de desabamento das paredes.

Campo Grande News

14 de Fevereiro de 2014 - 16:29

Completamente destruído e com risco de desabar, o Corpo de Bombeiros interditou o prédio da fábrica de piscinas Aqua News, que foi atingido por um incêndio no início da tarde desta sexta-feira (14).

O fogo, que começou por volta das 12h, foi controlado aproximadamente uma hora depois. Neste momento, os bombeiros fazem rescaldo no local. O trabalho deve durar ainda umas quatro horas.

De acordo com o coronel Robson Moreira, do Corpo de Bombeiros, a princípio o prédio deverá ser demolido, por causa do risco de desabamento das paredes. De imediato, o local será interditado e somente os militares poderão entrar no prédio da fábrica.

Ainda conforme as informações do coronel Moreira, a fábrica Aqua News estava com todos os documentos de funcionamento exigidos pelo Corpo de Bombeiros em dia. Ele ainda ressaltou que no prédio havia extintores e caixas de combate onde o incêndio começou, mas o fogo foi muito rápido e não deu tempo de apagar.

De todo o material da fábrica, apenas 6 piscinas não foram destruídas pelas chamas. O incêndio mobilizou 37 militares e 15 viaturas do Corpo de Bombeiros, além de 110 mil litros de água. Neste momento os bombeiros fazem o rescaldo do local.