Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 1 de Outubro de 2020

Policial

DOF localiza Fiat Toro em lavoura carregado com 1.200 kg de maconha

A droga estava na carroceria de um Fiat Toro de cor prata, encontrado pelos policiais durante patrulhamento na região.

Campo Grande News

21 de Junho de 2020 - 19:16

DOF localiza Fiat Toro em lavoura carregado com 1.200 kg de maconha

Uma equipe do Departamento de Operação de Fronteiras (DOF) localizou numa lavoura de milho perto da MS-162, saída para Maracaju, uma carga de 1.200 quilos de maconha. A droga estava na carroceria de um Fiat Toro de cor prata, encontrado pelos policiais durante patrulhamento na região.

Os militares seguiam por uma estrada vicinal quando perceberam uma trilha na plantação de milho, onde localizaram o veículo abandonado e sem a chave no contato. Realizadas buscas nas proximidades nenhuma pessoa foi localizada. A ocorrência foi registrada e entregue na Polícia Civil.

A ação faz parte da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Dentro desta mesma operação, uma equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar apreendeu em Campo Grande quase 1,6 tonelada de maconha.

Inicialmente os policiais encontraram dois tabletes da droga com dois rapazes, de 22 e 35 anos, que foram abordados quando estavam num Cerato, com os faróis apagados, na Avenida Manoel da Costa Lima em Campo Grande.

Questionado sobre os entorpecentes, o homem de 35 anos assumiu ser o dono da droga. Segundo ele, a mercadoria foi trazida por ele de Ponta Porã e parte foi entregue ao rapaz de 22 anos e outra parte para um terceiro, para comercialização.

Diante dos relatos, foram realizadas buscas na casa dos dois. Na do primeiro, foram localizados 23,4 quilos de substância análoga a maconha. Depois, as equipes deslocaram-se até o segundo endereço, no bairro Aero Rancho, onde foram encontradas no quintal do imóvel mais seis tabletes.

Durante depoimento, um dos detidos relatou que constantemente oferece o serviço de “batedor” entre as cidades de Ponta Porã e Campo Grande. Em data anterior, ele havia viabilizado o transporte de uma camionete Hilux totalmente carregada de maconha e recebeu pelo serviço 31 quilos da droga para comercializar.

O batedor disse ter entregue o veículo em um galpão, onde foi realizado o transbordo do entorpecente para um caminhão baú de cor branca. Ele indicou o local para os policiais do choque.

As equipes se dirigiram até a Rua Américo Carlos da Costa, localidade do galpão, onde encontraram o caminhão citado, abastecido com 1.513,04 quilos de maconha.