Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 21 de Outubro de 2020

Policial

Douradense é preso em Goiânia suspeito de integrar facção criminosa

A polícia suspeita que o homem participe de uma quadrilha de assaltantes que atue em diversas regiões do país

Dourados News

07 de Fevereiro de 2014 - 13:17

Um homem de Dourados, suspeito de integrar uma facção criminosa paulista, foi preso ontem (6) em Goiânia (GO) enquanto se preparava para assaltar comerciantes da Rua 44. Carlos Augusto Cramoliski, 30 anos, foi detido por uma equipe da Deic (Delegacia Estadual de Investigações Criminais).

Conforme informação, Carlos era procurado pela polícia de três estados. Ele foi preso em uma casa, com uma arma, enquanto planejava o assalto junto com um adolescente de 17 anos. A polícia suspeita que o homem participe de uma quadrilha de assaltantes que atue em diversas regiões do país.

Filiação- Carlos é filho da cabeleireira Margarida Cramoliski de Oliveira, 50 anos, presa em Dourados, no último dia 30, com RS 4,4 mil, além de joias e semi-joias.

À época da prisão, a polícia também encontrou na casa de Margarida uma pistola calibre 9mm, com dois carregadores com 26 munições intactas e uma pistola de brinquedo.

A polícia chegou até a cabeleireira, após denúncias de que joias roubadas no dia 4 de janeiro estariam com ela. Margarida negou o crime. Em depoimento, ela disse que uma pessoa passou no salão de beleza e pediu para que ela guardasse os objetos.

Mas a suspeita de participação no crime aumentou, depois que a polícia descobriu que a cabeleireira é mãe de dois rapazes com uma extensa ficha criminal, um deles é Carlos Augusto, preso ontem. O outro filho cumpre pena na Penitenciária Harry Amorim Costa.

Margarida foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma de uso restrito e ainda por receptação.