Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 28 de Fevereiro de 2024

Policial

Falsos clientes sequestram família para roubar caminhão

Segundo a polícia, por volta das 16h30min, a esposa do caminhoneiro recebeu uma ligação de um suposto cliente que estaria interessado em contratar o serviço de frete.

Correio do Estado

15 de Fevereiro de 2013 - 14:42

Um caminhoneiro de 29 anos e sua família foram sequestrados e mantidos refém por bandidos armados que se passaram por supostos clientes para roubarem um caminhão Dodge, modelo 400, ano 82. O crime aconteceu por volta das 20h de ontem (14), em Campo Grande.

Segundo a polícia, por volta das 16h30min, a esposa do caminhoneiro recebeu uma ligação de um suposto cliente que estaria interessado em contratar o serviço de frete. Ela respondeu que iria entrar em contato com o marido para verificar o valor do serviço e retornaria mais tarde.

Conforme registrado em boletim de ocorrência, por volta das 18h, ela retornou a ligação ao “cliente” e disse que o valor seria de R$ 150. Os bandidos ainda tentaram pechinchar por R$ 100, mas aceitaram o valor inicial e combinaram de se encontrar com o caminhoneiro em uma residência no loteamento Rancho Alegre II para fazer a mudança.

O caminhoneiro passou em casa para buscar a família, por volta das 19h, de onde iriam passar em outro lugar e depois seguiriam para fazer o frete. Juntamento com a esposa, de 39, e os dois filhos, um menino de 12 e uma menina de oito, o homem foi até o local combinado com os falsos clientes.

Ele foi recebido por um homem moreno, vestido com camisa e calça sociais, que os levou até uma residência a cerca de três quadras do local. A casa estava no breu e o, até então, cliente, alegou que, devido a mudança, ele havia solicitado o consumo final da energia elétrica do imóvel que, segundo ele, já havia sido vendido.

Sob a justificativa de que a porta da frente estava estragada, o bandido entrou com o caminhoneiro pela porta dos fundos. A vítima foi surpreendida por outros três homens, sendo um deles armado com revólver, que em seguida a amarraram.

A família do caminhoneiro ficou no veículo aguardando o homem, porém, o bandido que se passou por cliente foi até o caminhão e rendeu a esposa e filhos da vítima, que também foram amarrados na residência.

Enquanto um dos criminosos fugiu com o caminhão, os outros três ficaram com as vítimas no imóvel. Em determinado momento, os marginais começaram a discutir entre si, pois o crime não estava saindo como o planejado, já que o caminhão era muito velho e o caminhoneiro havia levado a família junto.

Momentos depois da discussão, dois deles foram embora. Sob custódia de apenas um ladrão, o homem começou a simular que estava passando mal. Nervoso, o assaltante esperou cerca de meia hora e foi embora também.

Constatando que não havia mais ninguém no local, o caminhoneiro se soltou e desamarrou a família. A polícia foi acionada até o local, onde encontraram o celular de um dos bandidos, com dois chips, um contrato de prestação de serviço de uma prestadora de serviços elétricos, um cartão do SUS e uma foto 3x4 que, segundo as vítimas, era de um homem muito parecido com o bandido que se passou por cliente.

As vítimas foram conduzidas até a Delegacia de Polícia Civil, onde prestaram depoimento e foram liberadas. O veículo com placas HQG-4053, de Campo Grande, está sendo procurado pela polícia.