Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Novembro de 2020

Policial

Familiares pedem a juíza que menores sejam removidos da delegacia

A Justiça tem prazo até sábado para remover os menores da delegacia para uma Unidade de Internação em Campo Grande, Ponta Porá ou Dourados.

Flávio Paes/Região News

08 de Novembro de 2012 - 11:00

Acompanhados da defensora púbica Regina Célia e de conselheiros tutelares, familiares dos quatro menores que estão desde terça-feira presos na delegacia por participação no assalto ao Bar São Lucas, vão se reunir com a juíza Silvia Eliane Tedardi, para cobrar dela uma solução.

A Justiça tem prazo até sábado para remover os menores da delegacia para uma Unidade de Internação em Campo Grande, Ponta Porã ou Dourados. Se não houver vagas, os quatro terão de ser colocados em liberdade. A defensora e os conselheiros confirmaram as denúncias dos familiares de que os menores apresentam sinais de maus-tratos, com hematomas pelo corpo e ficaram sem alimentação.

Os policiais alegam que os jovens podem ter ficado feridos quando foram capturados pela Polícia Militar. Quanto a alimentação, o argumento é de que a Polícia Civil não tem recursos para fornecer refeições a eles. Estão presos na delegacia R.M.F.S, de 16 anos, L.U.S, de 16 anos, além de D.A.S, de 16 anos e M.A.S, de 17 anos, que são irmãos de Andeson Arguelo, quinto integrante do grupo que participou do assalto.