Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Policial

Fretista de Sidrolândia é assassinado com dois tiros na BR-267, entrada de Maracaju

O corpo de Francisco foi encontrado por volta das 15h30, com ferimentos provocados por dois tiros que o atingiram no ombro e no braço direito.

Flávio Paes/Região News

22 de Janeiro de 2017 - 18:55

A Polícia ainda não tem pista das causas e nem da localização dos homens que mataram na tarde deste domingo em Maracaju, Francisco Pereira do Nascimento, 68 anos. Ele morava na Vila Tereré em Sidrolândia, trabalhava com pequenos fretes e mantinha ponto em frente da estação rodoviária.

O corpo de Francisco foi encontrado por volta das 15h30, com ferimentos provocados por dois tiros que o atingiram no ombro e no braço direito. Ele estava, na cabine do seu caminhão, um Agrale/1800 de placa HSQ-7402, na rotatória da BR-267, perto da empresa Boa Vista.

Testemunhas que ouviram os disparos, informaram à Polícia que dois homens saíram correndo do caminhão após o veículo parar no meio da pista. A Polícia Militar trabalha com a hipótese de ser o “Golpe do Falso Frete”. Esta versão é recebida com estranheza pela família.

Segundo Regiane, uma das noras de Francisco (que era pai de 8 filhos), seu marido, Adilson  Nascimento esteve com ele no período da manhã e na ocasião garantiu que passaria o dia descansando porque não havia nenhum frete acertado, muito menos para fora da cidade.

A mesma informação transmitiu a uma das filhas que foi a casa dele por volta das 11 horas da manhã. Adilson, que trabalha num supermercado da cidade, foi para Maracaju, onde providenciaria a liberação do corpo do pai para o sepultamento em Sidrolândia.