Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Policial

Funcionária do Ministério Público é executada a tiros em Pedro Juan Caballero

Celia foi atingida pelos tiros, não resistiu aos ferimentos e morreu em clínica particular poucos minutos depois de ser socorrida.

Correio do Estado

28 de Dezembro de 2016 - 08:03

Assistente do Ministério Público do Paraguai, Celia Eulalia Gomes, de 28 anos, foi executada a tiros, por pistoleiros, na tarde de hoje, por volta das 12h30min, em Pedro Juan Caballero - cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã (MS), quando seguia em veículo na companhia de agente da Polícia Nacional, Cristino Centurion.

De acordo com o site Porã News, Cristino conduzia o Fiat Strada quando pistoleiros, a bordo de motocicleta estrangeira interceptaram o veículo e realizaram 18 disparos de pistola 9mm contra carro.

Celia foi atingida pelos tiros, não resistiu aos ferimentos e morreu em clínica particular poucos minutos depois de ser socorrida. Já o policial perseguiu os pistoleiros e atropelou um deles, Julio Cesar Romero, de 33 anos, que em seguida foi levado ao Hospital Regional. O outro cúmplice fugiu e abandonou a motocicleta.