Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 31 de Outubro de 2020

Policial

Indignada com assassinato, filha manda foto de criminoso à Polícia

A intenção é colaborar com as investigações policiais e efetuar a prisão dele o mais rápido possível.

Campo Grande News

28 de Janeiro de 2014 - 15:39

Uma das filhas ficou indignada com o assassinato da decoradora Mauryani Melgarejo, 29 anos, e enviou uma fotografia recente de Francisco Ubirajara Marques, o Bira, 52 anos, para a familiares da vítima. A intenção é colaborar com as investigações policiais e efetuar a prisão dele o mais rápido possível.

“Ela (a Mauryani) não tinha nada a ver com a história e foi morta, apenas por ser parente da ex-mulher dele. E agora vivemos nesse tormento. Embora ele não tenha ligado mais para fazer ameaças, permaneço trancada. Hoje, saí rapidamente para ir ao mercado porque não tinha outro jeito. E dez dias após o crime, fico me perguntando e não tenho resposta”, diz a mãe da vítima, uma dona de casa de 50 anos.

Segundo ela, a família continua sem saber notícias da ex-mulher de Francisco. “Ela não fala onde está de jeito nenhum e até a filha não comenta sobre isso. Ela apenas enviou a foto, dizendo que ele pode ter raspado a cabeça para ficar diferente, mas que a imagem é recente”, explica.

Desde o dia do crime, a mãe da vítima disse que não abre o restaurante onde Mauryani foi morta. “Tive de fechar as portas e muitas clientes que iam buscar marmita devem ter se assustado. Me disseram inclusive que ele foi até o local de sucata onde trabalhava para dizer que não está nem aí para a Polícia e que vai continuar com os crimes”, comenta a tia.

Ligações - No dia do velório, não bastasse ter matado a decoradora, Francisco ainda interrompeu, por diversas vezes, o velório da vítima e ameaçou a família inteira de morte. Na ocasião, a Polícia teve de ir ao local para recolher o celular e investigar o crime. Eles disseram que ele “pedia para escolher qual tipo de morte querem, de tiro ou de faca”.

Crime – Mauryani foi alvejada às 19h20 da noite de sábado (18), na rua Tembes esquina com a Tupina, Jardim Leblon, em Campo Grande. Conforme a Polícia, a vítima estava em casa, que fica nos fundos de um restaurante, quando o autor chegou de moto e entrou pelo estabelecimento que dá acesso ao imóvel.

A vítima estava no quarto junto com a filha, quando Francisco disparou cerca de cinco tiros em direção a Mauryani. Ela foi atingida por dois disparos, um no rosto, que saiu pelo pescoço, e um nas costas.