Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 13 de Agosto de 2022

Policial

Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de matar mulher na frente da filha

Araújo fugiu depois dos disparos e Izabel foi socorrida pelo irmão do suspeito, mas morreu a caminho do hospital. Eles estavam juntos há nove anos.

Correio do Estado

28 de Setembro de 2015 - 16:29

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri decretou a prisão preventiva de Valdemir Almeida de Araújo, 27 anos, suspeito de matar a esposa, Izabel de Oliveira Almeida, 40 anos, a tiros na frente da enteada, de 10 anos.

O crime aconteceu no dia 24 de setembro, no Jardim Sayonara, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, o casal discutia por causa de bebida alcoólica, pois, segundo a filha da vítima, a mulher queria que o suspeito parasse de beber. Durante a briga, Araújo sacou um revólver calibre 38 e disparou quatro vezes contra a companheira.

Araújo fugiu depois dos disparos e Izabel foi socorrida pelo irmão do suspeito, mas morreu a caminho do hospital. Eles estavam juntos há nove anos.

O juiz decretou a prisão preventiva nos moldes do Código de Processo Penal, “como garantia da ordem pública, como forma de atender ao clamor público, diante da gravidade do fato criminoso praticado (feminicídio – violência doméstica e familiar), bem como a fim de evitar sua reiteração criminosa, visto que o denunciado responde a outras ações penais”.