Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 18 de Agosto de 2022

Policial

Ladrão em série só roubava mulheres e é suspeito de estuprar adolescente

De acordo com o delegado Reginaldo Salomão, os policiais já investigavam uma série de roubos que ocorriam no Nova Lima e na Vila Margarida.

Correio do Estado

24 de Novembro de 2015 - 15:45

O pedreiro e pintor Alex Barbosa dos Santos, de 33 anos, apontado como autor de uma série de roubos a mulheres e o estupro de uma adolescente, de 17 anos, na última sexta-feira (20), foi preso na tarde desta segunda-feira (23), por policiais da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf). O autor chegava ao trabalho, no Jardim TV Morena, em Campo Grande, quando foi cercado pela equipe policial. Os roubos aconteciam nos Bairros Nova Lima e Vila Margarida.

De acordo com o delegado Reginaldo Salomão, os policiais já investigavam uma série de roubos que ocorriam no Nova Lima e na Vila Margarida. Autoridade policial explicou que o modo de agir do suspeito era muito parecido, tendo em vista, que era da pele morena, sempre estava em um veículo Palio escuro, com aerofólio, agia a mão armada e sozinho.

A polícia, até então, investigava o autor de pelo menos seis roubos nas duas regiões.

Na manhã da última sexta-feira (20), na Vila Margarida, Alex abordou uma adolescente de 17 anos, que caminhava, anunciou o roubo e obrigou a jovem a entrar em seu carro. O autor seguiu até as proximidades de uma universidade, no anel viário, onde roubou o celular, R$ 102 e, em seguida, estuprou a menor por duas vezes.

Depois de praticar o estupro, fugiu e a jovem foi socorrida por populares, que passavam pela região e acionaram a polícia.

Inicialmente, a jovem disse que havia sido roubada, mas depois confirmou que também foi estuprada.

Como a investigação já acontecia, os policiais tinham características do suposto autor e no mesmo dia tentou abordá-lo, na região do Nova Lima. Ao avistar a polícia, Alex fugiu na contramão pela Avenida Coronel Antonino e, por questões de segurança, a polícia desistiu da abordagem.

Durante o fim de semana, as investigações continuaram e Alex foi preso na tarde de ontem. Durante a abordagem, ele estava em posse de um revólver calibre .38, com três munições, mas como foi cercado pelos policiais, não conseguiu fugir e se entregou.

Preso, negou os fatos, mas a vítima reconheceu suas roupas. Alex foi encaminhado à Casa da Mulher Brasileira, onde será investigado pelo estupro e a Derf seguirá com as investigações dos roubos.