Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Policial

Laudo confirma que Marielly morreu no mesmo dia em que desapareceu

Indícios indicam que ela tenha morrido em decorrência de um aborto malsucedido. A suspeita é de que tenha sido em uma clínica de Sidrolândia.

Campo Grande News

29 de Junho de 2011 - 15:30

Laudo confirma que Marielly morreu no mesmo dia em que desapareceu
Laudo confirma que Marielly morreu no mesmo dia em que desapareceu - Divulga

A perícia concluiu o laudo referente à morte de Marielly Barbosa Rodrigues, 19 anos. O corpo da jovem foi encontrado no último dia 11 de junho, em um canavial na região do município de Sidrolândia.

O laudo apontou que Marielly morreu no mesmo dia em que desapareceu. Os peritos chegaram a esta conclusão depois de analisarem as larvas encontradas no corpo e a situação em que se encontravam as unhas, já que essa parte do corpo para de crescer quando a pessoa morre.

No local onde o corpo estava os peritos, utilizando reagentes e encontraram vestígios de sangue.

No corpo não havia ferimentos provocados por agressão ou perfuração ocasionada por arma de fogo ou faca, também como já havia sido dito.

Esses indícios podem indicar como suspeita a Polícia, que ela tenha morrido em decorrência de um aborto malsucedido.

Além disso, ficou comprovado que o partes do corpo foram dilaceradas por aves. No local, os peritos encontraram ainda embalagens de bala, mas não sabem se têm relação com os responsáveis pela morte.

Na coletiva realizada no último dia 21, a tese do aborto já havia sido levantada pelos peritos.

As investigações da Polícia estão voltadas agora para identificar quem engravidou a jovem, quem deixou o corpo no canavial e onde foi feito o aborto. A suspeita é de que tenha sido em uma clínica de Sidrolândia.

A família de Marielly está na cidade de Alto Taquari (MT), onde o corpo da jovem foi sepultado e ainda não informou quando voltará.