Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 20 de Junho de 2024

Policial

Lideranças indígenas organizam passeata pela paz nas aldeias

No dia 1° de novembro, uma indígena foi assassinada com 35 facadas e o principal suspeito é o companheiro dela, com o qual morou seis meses

Dourados News

14 de Novembro de 2014 - 09:18

Lideranças indígenas realizam na manhã desta sexta-feira (14) na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados, uma passeata pela paz nas aldeias. O foco principal do movimento é a luta pelo fim da violência contra as mulheres e crianças que tem feito parte do cotidiano dos moradores da região.

Segundo lideranças, a movimentação sairá do Cras (Centro de Referência da Assistência Social) da aldeia Bororó às 9h e seguirá até a rotatória principal de acesso a reserva indígena na MS-156, entre o município e Itaporã.

A violência contra mulheres e crianças tem sido constante nas aldeias de Dourados. No dia 1° de novembro, uma indígena foi assassinada com 35 facadas e o principal suspeito é o companheiro dela, com o qual morou seis meses. As investigações continuam e o pedido de prisão do rapaz foi encaminhado para a Justiça, que ainda analisa o caso.

Já no início da madrugada do dia 29 de outubro, uma indígena de 26 anos foi vítima de um estupro quando retornava do trabalho por volta da meia noite na entrada da Aldeia Jaguapiru. Na ocasião, ela foi abordada e depois violentada. No fim, acabou deixada às margens da MS-156.

Outro crime bárbaro registrado na aldeia Bororó foi no dia 07 de outubro, quando uma indígena de apenas nove anos foi estuprada por um grupo de pessoas, entre eles, homens e adolescentes que acabaram detidos pela polícia.