Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 30 de Setembro de 2020

Policial

Maconha saiu de MS em caixões “com vítimas de covid” rumo a GO

Em veículo da funerária, foi parado pela PM e disse que levava vítimas de Ponta Porã, mas caixões estavam recheados com maconha.

Campo Grande News

15 de Junho de 2020 - 14:54

Motorista de 22 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (15) na BR-060 em Jataí (GO), quando transportava 300 quilos de maconha dentro de caixões que buscou em Mato Grosso do Sul. Ele dirigia carro funerário e se aproveitou da pandemia para transportar a droga: disse que levava vítimas de covid-19 para serem enterradas em Goiás depois de buscá-las em Ponta Porã, na linha de fronteira entre Brasil e Paraguai.

O carro fúnebre até exibe o logo da marca identificada como “apax” na lateral: uma pomba voando em fundo azul. Todo o trabalho foi minucioso para tentar enganar a fiscalização, incluindo lacrar e envolver os caixões em plástico, conforme o jornal O Dia.

Ele foi parado pelos policiais e afirmou que levava as vítimas de Mato Grosso do Sul para serem enterradas em Goiânia, mas a polícia alega que ele apresentou nervosismo e deixou a equipe desconfiada. Questionado sobre a documentação necessária para o transporte, disse que não tinha.

Os policiais encontraram dois caixões lacrados e ouviram do motorista que o motivo era “precaução” em razão do risco de contaminação do novo coronavírus. Desconfiados, os policiais resolveram abrir os caixões e encontraram diversos tabletes de maconha que juntos pesaram 300 quilos.

O motorista, a droga e o veículo foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Jataí.